Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Monitoramento e previsão de Tempo Tropical pelo mundo.
Avatar do Utilizador
Rodolfo Alves
Moderador global
Mensagens: 4607
Registado: domingo mai 05, 2013 4:29 pm
Localização: São Paulo/SP (São Mateus)

Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Rodolfo Alves » sábado dez 31, 2016 5:03 pm

Tópico para Monitoramento de Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste e Central - 2017

==============================================================================================================================

Informações Básicas:
Período: De 15 de Maio de 2017 (Pacífico Leste); 1 de Junho de 2017 (Atlântico) a 30 de Novembro de 2017
Cobertura: Todo Atlântico Norte e Pacífico até 140 graus Oeste de Latitude.
Órgão Responsável por Monitorar: National Hurricane Center (NOAA - Miami/EUA)
Sufixo para INVEST: "L" no Atlântico e "E" no Pacífico Leste
Classificação de Fases: Depressão Tropical (Até 62km/h); Tempestade Tropical (63 a 118km/h); Furacão Cat.1 (119 a 153km/h); Furacão Cat.2 (154 a 177km/h); Grande Furacão Cat.3 (178 a 208km/h); Grande Furacão Cat.4 (209 a 251km/h); Grande Furacão Cat. 5 (Acima de 252km/h).


Lista de nomes para a temporada de 2017 no Atlântico:
Arlene, Bret, Cindy, Don, Emily, Franklin, Gert, Harvey, Irma, Jose, Katia, Lee, Maria, Nate, Ophelia, Philippe, Rina, Sean, Tammy, Vince, Whitney.

Lista de nomes para a temporada de 2017 no Pacífico Leste:
Adrian, Beatriz, Calvin, Dora, Eugene, Fernanda, Greg, Hilary, Irwin, Jova, Kenneth, Lidia, Max, Norma, Otis, Pilar, Ramon, Selma, Todd, Veronica, Wiley, Xina York, Zelda.

=================================================================================================================

Eventualmente alguns sistemas se formam entre as Latitudes 140 e 180 graus a Oeste, fora do limite do Pacifico Leste. Essa área é conhecida como Pacífico Central. Na designação de INVEST aparece com o sufixo "C". Essa bacia é monitorada pelo CPHC (Central Pacífic Hurricane Center) em Honolulu no Havaí. Assim como no Atlântico, sua temporada vai de 1 de Junho a 30 de novembro. Qualquer sistema que se forme nessa bacia, preferencialmente será postado nesse tópico.

Lista dos próximos 8 Nomes para o Pacífico Central:
Walaka, Akoni, Ema, Hone, Iona, Keli.
Lista de Ciclones Subtropicais/Tropicais - Atlântico Sul
Arani (2011) - Bapo (2015) - Cari (2015) - Deni (2016) - Eçaí (2016) - Guará - Iba - Jaguar - Kamby - Mani

Avatar do Utilizador
Felipe F
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4829
Registado: terça jul 09, 2013 10:05 am
Localização: Patrocínio, MG / Florianópolis, SC
Contacto:

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Felipe F » sábado mar 25, 2017 10:48 am

Arlene?

A temporada do Atlântico Norte pode começar mais cedo este ano novamente.
GFS e ECMWF em acordo com um sistema subtropical se formando ainda neste final de semana na região das Bahamas.
Caso venha se formar, será primeiro sistema em Março no Atlântico Norte.

Imagem

Imagem

Avatar do Utilizador
Rodolfo Alves
Moderador global
Mensagens: 4607
Registado: domingo mai 05, 2013 4:29 pm
Localização: São Paulo/SP (São Mateus)

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Rodolfo Alves » sábado mar 25, 2017 10:56 am

Por enquanto, nenhuma manifestação de monitoração deste distúrbio, quanto ao National Hurricane Center.

A acompanhar...
Lista de Ciclones Subtropicais/Tropicais - Atlântico Sul
Arani (2011) - Bapo (2015) - Cari (2015) - Deni (2016) - Eçaí (2016) - Guará - Iba - Jaguar - Kamby - Mani

Avatar do Utilizador
Felipe F
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4829
Registado: terça jul 09, 2013 10:05 am
Localização: Patrocínio, MG / Florianópolis, SC
Contacto:

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Felipe F » domingo mar 26, 2017 2:20 pm

National Hurricane Center segue sem acompanhar o distúrbio.

Imagem

Temporada 2016
Nomes Matthew e Otto foram aposentados e substituídos por Martin e Owen.

Avatar do Utilizador
Felipe F
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4829
Registado: terça jul 09, 2013 10:05 am
Localização: Patrocínio, MG / Florianópolis, SC
Contacto:

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Felipe F » domingo mar 26, 2017 6:19 pm

Distúrbio está agora sendo acompanhado.

Imagem

Imagem

AL, 90, 2017032518, , BEST, 0, 199N, 685W, 30, 1009, LO, 0, , 0, 0, 0, 0, 1012, 180, 150, 0, 0, , 0, , 0, 0, INVEST, ,
AL, 90, 2017032600, , BEST, 0, 209N, 685W, 30, 1009, LO, 0, , 0, 0, 0, 0, 1012, 180, 150, 0, 0, , 0, , 0, 0, INVEST, ,
AL, 90, 2017032606, , BEST, 0, 216N, 687W, 30, 1009, LO, 0, , 0, 0, 0, 0, 1012, 180, 150, 0, 0, , 0, , 0, 0, INVEST, ,
AL, 90, 2017032612, , BEST, 0, 226N, 688W, 35, 1009, LO, 34, NEQ, 150, 0, 0, 0, 1012, 180, 150, 0, 0, , 0, , 0, 0, INVEST, ,
AL, 90, 2017032618, , BEST, 0, 235N, 690W, 35, 1009, LO, 34, NEQ, 150, 0, 0, 0, 1013, 180, 150, 0, 0, L, 0, , 0, 0, INVEST

Avatar do Utilizador
Felipe F
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4829
Registado: terça jul 09, 2013 10:05 am
Localização: Patrocínio, MG / Florianópolis, SC
Contacto:

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Felipe F » quarta abr 19, 2017 3:38 pm

Depressão subtropical 1 se formou no Atlântico.
Existe uma pequena chance de conseguir se tornar uma tempestade subtropical, porém prevê-se que o cisalhamento e as águas frias podem não permitir a intensificação e a depressão subtropical deverá ser absorvida por um ciclone extratropical em cerca de 36 horas.
Está foi a segunda vez que houve registro de um ciclone se formando no mês de abril no atlântico norte.

Imagem
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.

Avatar do Utilizador
Felipe F
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4829
Registado: terça jul 09, 2013 10:05 am
Localização: Patrocínio, MG / Florianópolis, SC
Contacto:

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Felipe F » quinta abr 20, 2017 4:52 pm

O sistema fez transição para tropical.
O ciclone surpreendentemente se fortaleceu nas últimas 24 horas e poderia ser elevado na próxima atualização para tempestade tropical Arlene.

Imagem

Avatar do Utilizador
Felipe F
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4829
Registado: terça jul 09, 2013 10:05 am
Localização: Patrocínio, MG / Florianópolis, SC
Contacto:

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Felipe F » quinta abr 20, 2017 4:56 pm

Rara tempestade tropical Arlene se forma no Atlântico.

Tropical Storm Arlene
AL, 01, 2017042018, , BEST, 0, 373N, 407W, 40, 993, TS, 34, NEQ, 90, 90, 0, 0, 1010, 400, 40, 0, 0, L, 0, , 0, 0, ARLENE, M,

Imagem

Avatar do Utilizador
Rodolfo Alves
Moderador global
Mensagens: 4607
Registado: domingo mai 05, 2013 4:29 pm
Localização: São Paulo/SP (São Mateus)

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Rodolfo Alves » domingo mai 07, 2017 6:54 pm

Depois de Arlene no Atlântico, o Pacífico Leste também deverá ter sua primeira tempestade começando antes da temporada.

Um distúrbio já designado de INVEST 90-E é monitorado próximo a costa da América Central. Este distúrbio deverá ganhar força nos próximos dias, uma vez que as águas do Pacífico estão em torno dos 28-29C e o Shear será baixo.

Com isso, é esperado que uma Depressão ou Tempestade Tropical se forme no meio desta semana. O National Hurricane Center, está dando 70% de chances para que isso ocorra até a sexta-feira(12). Caso se forme como tempestade tropical, será nomeada de "Adrian".

Imagem

GFS e ECMWF estão sugerindo a formação deste sistema, bem como a evolução para um Furacão, podendo no próximo final de semana trazer impactos entre o México/Guatemala/El Salvador. Moradores que residem na costa desses países, devem acompanhar de perto a evolução deste distúrbio ao longo desta semana.

Imagem
Imagem
Lista de Ciclones Subtropicais/Tropicais - Atlântico Sul
Arani (2011) - Bapo (2015) - Cari (2015) - Deni (2016) - Eçaí (2016) - Guará - Iba - Jaguar - Kamby - Mani

Avatar do Utilizador
Rodolfo Alves
Moderador global
Mensagens: 4607
Registado: domingo mai 05, 2013 4:29 pm
Localização: São Paulo/SP (São Mateus)

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Rodolfo Alves » quarta mai 10, 2017 9:47 pm

Forma-se a Tempestade Tropical Adrian no Pacífico Leste

Este é o sistema nomeado mais precoce da história da bacia. O recorde anterior pertencia ao Furacão Alma em 1990.

Imagem.

Por enquanto Adrian permanece desorganizada, e não há expectativa para evolução em furacão. Moradores da costa do Pacífico devem continuar acompanhando o progresso deste sistema para eventuais impactos futuramente.

Imagem
Lista de Ciclones Subtropicais/Tropicais - Atlântico Sul
Arani (2011) - Bapo (2015) - Cari (2015) - Deni (2016) - Eçaí (2016) - Guará - Iba - Jaguar - Kamby - Mani

PabloMartins
Cirrus
Mensagens: 22
Registado: domingo mar 01, 2015 12:13 am

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor PabloMartins » quinta mai 25, 2017 12:45 pm

Se me permitem:
Percebi que ninguém mencionou então mencionarei.
Em 06 de Fevereiro de 2016 o Centro Nacional de Furacões divulgou a análise pós tempestade do Furacão Patricia e recordes históricos foram estabelecidos:
Inicialmente os ventos de Patricia eram de (já era recorde antes da atualização) 325 km/h - 175 nós - 200 mph e pressão atmosférica de 879 mbar, o ciclone tropical mais poderoso já observado no Hemisfério Ocidental desde que se tem registro e oficialmente o ciclone tropical mais poderoso a ter ventos ventos sustentados dessa magnitude, uma vez que foram medidos na parede do olho do furacão Patricia. Patricia foi descrito como um furacão "extremamente poderoso" e sem precedentes na história humana, desde que se tem registro é claro).


Segue os novos dados de Patricia depois da análise:
* Patricia atingiu seu pico de intensidade por volta do meio dia do dia 23 de Outubro de 2015 com ventos de 345 km/h - 185 nós - 215 mph e é oficialmente o ciclone tropical mais poderoso já observado em todo o globo terrestre, quebrando o recorde absoluto anterior que pertencia à ela mesma e ao do Super Tufão Haiyan em 2013. Além disso quebrou o recorde do Super Tufão Nancy em 1961 que também se estima que tenha intensidade, embora foi determinado que as intensidades estimadas entre 1940 e 1969 são consideradas exageradas e sem o reconhecimento de voo não são totalmente confiáveis.

* A pressão atmosférica do Furacão Patricia foi atualizada para 872 mbar nesta análise, abaixo dos 879 mbar que havia se imaginado anteriormente. Com isso Patricia é oficialmente o 2º ciclone tropical mais intenso já registrado no globo terrestre, perdendo apenas para o Super Tufão Tip em 1979 que tinha pressão atmosférica de 870 mbar, porém, o próprio Centro Nacional de Furacões mencionou na análise que é muito provável que Patricia tenha atingido valores de pressão abaixo dos 870 mbar, embora sem confirmação até hoje.

* A temperatura do olho de Patricia era de 32,2ºC, quebrando o recorde anterior do Super Tufão Nora em 1973 que era de 30ºC.

* Patricia teve um aumento de intensidade de impressionantes 195 km/h em apenas 24 horas, para se ter uma ideia disso, 195 km/h é equivalente a um furacão moderado de categoria 3. Os ventos aumentaram de 140 km/h - 75 nós - 85 mph para absurdos 335 km/h - 180 nós - 205 mph entre 06h AM do dia 22 de Outubro de 2015 até 06h AM do dia 23 de Outubro de 2015. É a intensificação mais rápida já observada em um ciclone tropical em qualquer lugar do mundo.

* Patricia teve uma queda de pressão de 101 mbar em 24 horas, de 980 foi para 879, mas esse valor é bastante disputado, já que o recorde é próximo da intensificação do Super Tufão Forrest em 1985 que teve uma queda de pressão de 100 mbar em 24 horas.

* Patricia se tornou o ciclone tropical mais poderoso a fazer landfall no Pacífico Nordeste ou Central, ao fazer landfall no México com ventos de 240 km/h - 130 nós - 150 mph.

* Patricia se tornou o ciclone tropical mais intenso a fazer landfall no Pacífico Nordeste ou Central, ao fazer landfall no México com pressão atmosférica de 932 mbar, o recorde anterior pertencia ao Furacão Odile 941 mbar em 15 de Outubro de 2014.

* Do mesmo jeito que se intensificou extremamente rápido, enfraqueceu extremamente rápido em um nível nunca visto antes. Patricia se dissipou apenas 33 horas após o pico de intensidade, neste período os ventos caíram de 215 mph - 185 nós - 345 km/h para 30 mph - 25 nós - 45 km/h. Lembrando que caiu da categoria 5 (máxima) para depressão tropical (categoria mínima de um ciclone tropical) em mais ou menos 18 horas.

* Na escala Dvorak, Patricia atingiu 8.4 esmagando o recorde anterior que pertencia ao Super Tufão Haiyan ao atingir 8.1 - Lembrando que a escala vai de 1 à 8.
Imagem

Avatar do Utilizador
Renan
Cumulonimbus incus
Mensagens: 13148
Registado: sexta mar 13, 2009 8:23 pm
Localização: Juiz de Fora MG

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Renan » quinta mai 25, 2017 2:37 pm

Eu lembro bem desse furacão. E foi bastante surpreendente a forma como ele enfraqueceu extremamente rápido, se tornando de um evento que seria catastrófico para um evento absolutamente ordinário na região. Felizmente, foi um furacão que só ameaçou (igual a Coreia do Norte).
2017: Me surpreenda positivamente !

ESTAÇÃO BANDEIRANTES (JUIZ DE FORA, MG):

http://www.wunderground.com/weatherstat ... IMINASGE11

Imagem

Avatar do Utilizador
Tavares
Altocumulus
Mensagens: 877
Registado: domingo nov 10, 2013 10:40 am
Localização: Sandrecity - SP

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor Tavares » quinta mai 25, 2017 5:37 pm

E um erro de previsão assombroso.
Nenhum modelo e nenhum meteorologista de nenhum instituto estavam prevendo um ciclone nem perto dessa intensidade. Nem a pouquíssimas horas da mega intensificação que ele teve.
Fui dormir desdenhando do acompanhamento de Patricia (se eu soubesse o que tava por vir, nem dormia) e acordei assustado 5 horas depois.
Há três métodos para ganhar sabedoria: primeiro, por reflexão, que é o mais nobre; segundo, por imitação, que é o mais fácil; e terceiro, por experiência, que é o mais amargo.
Kung Fu Tzu - Pensador Chinês


Existem várias maneiras de um país alcançar o desenvolvimento, e nevar não é uma d'elas

Avatar: Lourdes Guerrero

PabloMartins
Cirrus
Mensagens: 22
Registado: domingo mar 01, 2015 12:13 am

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor PabloMartins » segunda mai 29, 2017 11:34 am

Exatamente. Na verdade o modelo europeu mostrava um ciclone muito poderoso há dias na região e eu senti que seria categoria 5 por que era idêntico ao que o mesmo modelo mostrou em Outubro de 2009 e vimos Rick tornando-se na época o 2º mais poderoso da história. Aquela região em Outubro ferve, se tu fizer uma pesquisa, a maioria das tempestades mais poderosas da temporada ocorrem próximo aquela região entre a segunda e a terceira semana de Outubro, ou se não pelo menos temos uma tempestade um pouco mais forte do que as outras daquela temporada em algum momento de outubro, abaixo listei os casos mais interessantes:
Norma 10/10/1981 - 125 mph
Raymond 11/10/1983 - 145 mph
Roslyn 19/10/1986 - 145 mph
Raymond 01/10/1989 - 145 mph
Trudy 20/10/1990 - 155 mph
Kevin 01/10/1991 - 145 mph
Tina 30/09/1992 - 150 mph
Kenna 24/10/2002 - 165 mph
Norbert 08/10/2008 - 135 mph
Rick 18/10/2009 - 180 mph
Raymond 21/10/2013 - 125 mph
Patricia 23/10/2015 - 215 mph
Seymour 25/10/2016 - 150 mph

Das 4 tempestades mais poderosas já observadas nesta área do pacífico (Patricia, Linda, Rick e Kenna), 3 ocorreram após o dia 15 de Outubro na mesma região, costa do México.
Lembro que na vez de Rick em 2009, eu fui dormir sabendo que ele tinha atingido ventos de 260 km/h - 160 mph (categoria 5) e quando eu acordei dia 18 tava com ventos de 285 km/h - 180 mph e era o 2º mais poderoso da época. Na vez de Patricia em 2015, fui dormir e ela tinha ventos de 260 km/h - 160 mph e pressão atmosférica de 926 mbar. Quando eu acordei 6h depois pra ir pra aula, tinha ventos de 325 km/h - 200 mph e pressão atmosférica de 880 mbar kkkkk foi um baita choque. Recém tinha me impressionado em ver o Haiyan com ventos de 195 mph, sendo que a última vez que um ciclone tropical tinha passado dos 185 mph havia sido em 1984, o Super Tufão Venessa (190 mph) no Pacífico. Eu nunca imaginei que atingiríamos 200 mph tão rapidamente, eu pensei que veríamos isso lá por 2030. Houve outros casos que fui dormir e era um sistema fraco (Cristina em 2014, tinha ventos 130 km/h ) e quando acordei tinha ventos de 240 km/h haha.
Quando Rick surgiu, era o sistema mais "perfeito" que eu já tinha visto. Veja, um círculo quase perfeito.
Imagem
Imagem
Imagem

PabloMartins
Cirrus
Mensagens: 22
Registado: domingo mar 01, 2015 12:13 am

Re: Furacões no Atlântico Norte e Pacífico Leste/Central - 2017

Mensagempor PabloMartins » segunda mai 29, 2017 12:37 pm

Uma area de baixa pressão começou a se formar neste fim de semana. De início não se tinha muita expectativa, mas agora o próprio Centro Nacional de Furacões emitiu uma possibilidade de até 50% de se formar um ciclone tropical nos próximos 5 dias por causa deste sistema. O cisalhamento de vento é baixo, em torno de 10 nós e deve permanecer baixo nos próximos 3-5 dias. Apesar da ausência de uma MJO, há umidade suficiente para a formação de algum sistema nos próximos dias, á agua do mar está quente (em torno de 30-31ºC). Nas próprias imagens de satélite nós podemos perceber a circulação se formando, ali onde coloquei aquele X, em torno do 100ºW e 10ºN. Apesar de nenhum modelo suportar formação para este sistema, eu não surpreenderia em ver algo a se formar. O próximo nome da lista é "Beatriz"; Em 2011 a formação de Beatriz se deu somente no dia 19 de Junho.

Imagem


Voltar para “Monitoramento de Furacões, Tufões e Ciclones Tropicais”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante