Recorde de calor na Terra é alterado

Eventos marcantes e reanálises
Avatar do Utilizador
Carlos Dias
Cumulonimbus incus
Mensagens: 26648
Registado: sexta mar 13, 2009 2:39 pm
Localização: Toronto - Canadá
Contacto:

Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Carlos Dias » quarta set 16, 2015 3:52 pm

Recorde de calor na Terra, de 58ºC, é cancelado

Durante quase um século, cientistas consideraram que o local mais quente da Terra era a cidade de El Azizia, a 50 quilómetros do Mar Mediterrâneo, na Líbia. Em 1922, os termómetros teriam marcado 58°C num dia de Verão, no que era a base militar italiana no norte de África.

Mas na quinta-feira, data em que seriam comemorados os 90 anos da marca em Azizia, o recorde foi invalidado. Agora, o índice pertence a Greenland Ranch, no Vale da Morte, na Califórnia, que registou 56,7°C em 1913.

A investigação que levou ao cancelamento do recorde começou em Março de 2010, com a designação de uma equipa pela Organização Mundial de Meteorologia. Mas o director do Centro Meteorológico Líbio e líder na investigação, Khalid El Fadii, desapareceu por oito meses, após escapar de Tripoli em meio à revolução que derrubaria meses depois o seu chefe supremo, Muamar Kadafi. Após a queda do regime, o cientista completou o seu levantamento ao lado de especialistas britânicos e americanos, que na quinta-feira foi revelado em Genebra.

As dúvidas começaram quando os registos de 1922 mostravam que estações de observação próximas ao local do recorde não repetiam os números incríveis que eram registados em Azizia. O grupo chegou a duas conclusões. A primeira, de que a temperatura estava a ser medida perto do asfalto, o que aumentaria o calor. O segundo problema é que a pessoa responsável provavelmente não tinha experiência, interpretou mal o que os equipamentos mostravam e registou números errados. Para completar, os instrumentos usados eram obsoletos para a época.

A iniciativa de investigar o dado faz parte de uma tendência entre uma parcela de cientistas que, graças a tecnologias mais modernas, está a escavar e a encontrar materiais usados por cientistas no passado. «Nos últimos dez anos, temos visto muito desse fenómeno da arqueologia de dados, ou seja, a descoberta de antigos manuscritos e uma tentativa de avaliá-los. Não para desmenti-los, mas para garantir que o mundo tenha hoje as melhores informações possíveis», disse o cientista David Parker.


«A importância de ter dados correctos não é apenas para fazer justiça à ciência, mas também por causa da mudança climática. Precisamos de dados exactos sobre eventos extremos justamente para podermos preparar-nos para eles.»


SAPO PT

Avatar do Utilizador
André Shimutz
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4120
Registado: quarta jul 13, 2005 12:19 am
Localização: Lages SC

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor André Shimutz » quarta set 16, 2015 3:56 pm

Tem dedo seu nessa invalidação...

:sarcastic: :sarcastic: :sarcastic:
Imagem

TUIAS: Eu já sabia...

Avatar do Utilizador
Carlos Dias
Cumulonimbus incus
Mensagens: 26648
Registado: sexta mar 13, 2009 2:39 pm
Localização: Toronto - Canadá
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Carlos Dias » quarta set 16, 2015 4:02 pm

André Shimutz Escreveu:Tem dedo seu nessa invalidação...

:sarcastic: :sarcastic: :sarcastic:


A OMM que fez esta investigação....aliás parabéns a esta equipe...a ciência só ganha com isso..!!

Avatar do Utilizador
Luiz
Administrador
Mensagens: 5627
Registado: sexta mar 13, 2009 1:26 pm
Localização: Maringá, Paraná, Brasil
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Luiz » quarta set 16, 2015 4:35 pm

A investigação é pertinente, sempre.
Luiz Carlos Martins Filho
---
Brasil Abaixo de Zero - aqui desde o princípio.

Avatar do Utilizador
Frost
Cumulus congestus
Mensagens: 1903
Registado: quarta jan 18, 2012 11:09 am
Localização: São Paulo - SP

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Frost » quarta set 16, 2015 4:36 pm

Bando de enchedores de saco alheio, só queriam arranjar confusão...

Avatar do Utilizador
Mafili
Cumulonimbus incus
Mensagens: 8700
Registado: segunda mar 30, 2009 12:34 pm
Localização: Ibiúna SP

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Mafili » quarta set 16, 2015 5:18 pm

André Shimutz Escreveu:Tem dedo seu nessa invalidação...

:sarcastic: :sarcastic: :sarcastic:


:laugh: :laugh: :rofl: :rofl: :rofl:

Carlos, tem algum link?

==================
Prediction is very difficult, especially if it’s about the future...Niels Bohr
“There’s nothing so absurd that if you repeat it often enough, people will believe it.” – William James

Avatar do Utilizador
Carlos Dias
Cumulonimbus incus
Mensagens: 26648
Registado: sexta mar 13, 2009 2:39 pm
Localização: Toronto - Canadá
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Carlos Dias » quarta set 16, 2015 5:34 pm

COMUNICADO OFICIAL DA OMM

Press Release No. 956

For use of the information media. Not an official record

Ninety-year-old World temperature record in El Azizia (Libya) is invalid
Improved data strengthens Climate knowledge

GENEVA, 13 September 2012 (WMO) - A World Meteorological Organization panel has concluded that the all-time heat record held for exactly 90 years by El Azizia in Libya is invalid because of an error in recording the temperature. The announcement follows a danger-fraught investigation during the 2011 Libyan revolution. Death Valley National Park in California, USA, now officially holds the title of the world's hottest place - as symbolic for meteorologists as Mt. Everest is for geographers.

During 2010-2011, a WMO Commission of Climatology special international panel of experts conducted an in-depth investigation of the long-held world-record temperature extreme of 58ºC (136.4 ºF). That temperature (often cited by numerous sources as the highest surface temperature for the planet) was recorded at El Azizia, approximately 40 kilometres south-southwest of Tripoli on 13 September 1922. The investigation was conducted with the support of the Libyan National Meteorological Centre for the WMO Commission of Climatology World Archive of Weather and Climate Extremes (http://wmo.asu.edu/), the official WMO world meteorology-verified record of weather and climate extremes.

The investigating committee composed of climate experts from Libya, Italy, Spain, Egypt, France, Morocco, Argentina, United States, and United Kingdom identified five major concerns with the 1922 El Azizia temperature extreme record, specifically (a) problematical instrumentation, (b) a likely inexperienced observer, (c) an observation site over an asphalt-like material which was not representative of the native desert soil, (d) poor matching of the extreme to other nearby locations and (e) poor matching to subsequent temperatures recorded at the site.

The WMO evaluation committee concluded the most compelling scenario for the 1922 event was that a new and inexperienced observer, not trained in the use of an unsuitable replacement instrument that could be easily misread, improperly recorded the observation and was consequently in error by about seven degrees Celsius.

Based on these findings, the WMO Commission of Climatology World Archive of Weather and Climate Extremes has invalidated the 58ºC temperature extreme measured at El Azizia in 1922.

“This investigation demonstrates that, because of continued improvements in meteorology and climatology, climate experts can now reanalyze past weather records in much more detail than ever before. The end result is an even better set of climate data for analysis of important global and regional questions involving climate variability and change,” said Professor Randall Cerveny, Rapporteur of Climate and Weather extremes for the WMO.

Consequently, the WMO assessment is that the official highest recorded surface temperature of 56.7°C (134°F) was measured on 10 July 1913 at Greenland Ranch (Death Valley), California, USA. Full details of the assessment are given in the on-line issue of the Bulletin of the American Meteorological Society (http://dx.doi.org/10.1175/BAMS-D-12-00093.1).

A full list of weather and climate extremes is available at the WMO Archive of Weather and Climate Extremes (http://wmo.asu.edu/) This includes the world’s highest and lowest temperatures, rainfall, heaviest hailstone, longest dry period, maximum gust of wind, as well as hemispheric weather and climate extremes

Interview with Randall Cerveny, WMO Rapporteur of Weather and Climate Extremes is available at http://vimeo.com/49196737


Committee Members
## Khalid Ibrahim El Fadli, Climate & Climate Change Dept.- Libyan National Meteorological Centre, (kelfadli63@gmail.com)
## Randall S. Cerveny, Arizona State University School of Geographical Sciences, USA (Cerveny@asu.edu)
## Christopher C. Burt, wunderground.com (Weather Underground, LLC.), (ccburt@earthlink.net)
## Philip Eden, Chilterns Observatory Trust, UK. (philip@weather-uk.com)
## David Parker, Met Office Hadley Centre, UK (pressoffice@metoffice.gov.uk)
## Manola Brunet, Centre for Climate Change (C3), Dept. of Geography, University Rovira i Virgili, Spain (manola.brunet@urv.cat)
## Thomas C. Peterson, NOAA's National Climatic Data Center, USA, (thomas.c.peterson@noaa.gov)
## Gianpaolo Mordacchini, Climatological Department of the Italian Air Force Meteorological Service (clima@meteoam.it)
## Vinicio Pelino, Climatological Department of the Italian Air Force Meteorological Service, (clima@meteoam.it)
## Pierre Bessemoulin, Meteo-France, (pierre.bessemoulin@yahoo.fr)
## José Luis Stella, National Meteorological Service, Climatology Department, Argentina
## Fatima Driouech, Climate Studies Service at the Direction de la Météorologie nationale of Morocco
## M.M Abdel wahab, Department of Astronomy and Meteorology, Cairo University, Egypt

WMO is the United Nations’ authoritative voice on weather, climate and water

For more information please contact:
Clare Nullis, Media Officer, WMO, Tel +41 (0)22 730 8478.

Michael Williams, Chief, Communications and Public Affairs. Tel: +41 (0)22 730 8315.

https://www.wmo.int/pages/mediacentre/p ... 56_en.html

Avatar do Utilizador
Troyano
Cumulonimbus mammatus
Mensagens: 6082
Registado: sexta mar 13, 2009 2:18 pm
Localização: Praia Grande / Baln. Flórida
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Troyano » quarta set 16, 2015 10:49 pm

Que raiva, desmerecer assim um valor tão significativo e ninguém faz nada.
Imagem

2015 . 3436,9mm
2016 . 2.731,mm
2017 até 18/4 : 848,8mm

cacella
Cumulus humilis
Mensagens: 226
Registado: sexta jul 05, 2013 10:04 am
Localização: Brasília DF

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor cacella » quinta set 17, 2015 7:30 am

Tens razão. Isso é um insulto a todos que algum dia acreditaram e geraram essa informação. Inaceitável. :pleasantry: :pleasantry: :pleasantry:

Troyano Escreveu:Que raiva, desmerecer assim um valor tão significativo e ninguém faz nada.

Avatar do Utilizador
Mafili
Cumulonimbus incus
Mensagens: 8700
Registado: segunda mar 30, 2009 12:34 pm
Localização: Ibiúna SP

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Mafili » quinta set 17, 2015 8:02 am

Carlos Dias Escreveu:COMUNICADO OFICIAL DA OMM

Press Release No. 956


The investigating committee composed of climate experts from Libya, Italy, Spain, Egypt, France, Morocco, Argentina, United States, and United Kingdom identified five major concerns with the 1922 El Azizia temperature extreme record, specifically (a) problematical instrumentation, (b) a likely inexperienced observer, (c) an observation site over an asphalt-like material which was not representative of the native desert soil, (d) poor matching of the extreme to other nearby locations and (e) poor matching to subsequent temperatures recorded at the site.


O fato que me chamou a atenção. Mesmo sendo medido a temperatura de 58ºC não teve um único critério de análise.



( a) instrumentação problemática
( b ) um observador inexperiente, provavelmente
( c ) um local de observação sobre um material semelhante ao asfalto que não era representativa do solo do deserto nativo
( d ) má correspondência do extremo para outros locais nas proximidades
(e ) má correspondência a temperaturas posteriores registados no local .
Prediction is very difficult, especially if it’s about the future...Niels Bohr
“There’s nothing so absurd that if you repeat it often enough, people will believe it.” – William James

Avatar do Utilizador
Carlos Dias
Cumulonimbus incus
Mensagens: 26648
Registado: sexta mar 13, 2009 2:39 pm
Localização: Toronto - Canadá
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Carlos Dias » quinta set 17, 2015 8:30 am

Movido Luiz...coloquei no tópico certo..!!

Obg!!
Última edição por Carlos Dias em quinta set 17, 2015 9:06 am, editado 2 vezes no total.

Avatar do Utilizador
Luiz
Administrador
Mensagens: 5627
Registado: sexta mar 13, 2009 1:26 pm
Localização: Maringá, Paraná, Brasil
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Luiz » quinta set 17, 2015 9:02 am

Carlos e demais,
Restrinjam-se ao assunto do tópico. Estou sendo muito paciente com tudo isto, mas não abusem.
Luiz Carlos Martins Filho
---
Brasil Abaixo de Zero - aqui desde o princípio.

Avatar do Utilizador
Mafili
Cumulonimbus incus
Mensagens: 8700
Registado: segunda mar 30, 2009 12:34 pm
Localização: Ibiúna SP

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Mafili » quinta set 17, 2015 10:55 am

Um desafio para a validade do recorde mundial 136,4 ° F (58 ° C) em Al Aziza, na Líbia
Por: Christopher C. Burt, 13:50 GMT em 08 de Outubro de 2010

Primeiro atenção a data outubro de 2010 fato que denota que o tema é discutido há muito.

A tradução foi automática.

Como americanos pouco são importância a las picuinhas.....fui conferir:

""""One of the "sacred cows" of world weather extremes """"", sim aparece o em bom inglês "sacred cows".

Recomendo a leitura no original para que as figuras fiquem nos locais e com as legendas adequadas.

Também recomendo a leitura dos comentários.

http://www.wunderground.com/blog/weatherhistorian/comment.html?entrynum=2



QUESTÕES RELATIVAS MAIS QUENTE DA TEMPERATURA DO MUNDO NO REGISTRO: 136,4 ° F (58 ° C) em Al Azizia, na Líbia 13 de setembro de 1922

Uma das "vacas sagradas" de extremos climáticos mundiais foi o amplamente divulgado "temperatura mais quente já registrada na Terra" , uma leitura de 58 ° C (136,4 ° F) informou a partir de Al Azizia, na Líbia, em 13 de setembro de 1922. Há muitas grafias diferentes deste local: al 'Aziziyah El Azizia El Azizya Al Azizi العزيزية Esta figura é controversa desde apareceu pela primeira vez em publicações de dados climáticos por autoridades coloniais italianas na sua publicação Il Clima di Azizia, Tripolitanai por F. Erndia e reimpresso no Quarterly Journal da Royal Society de Meteorologia, 1924 (p.324), e na ciência do clima alemão Jornal METEOROLOGISCHE Zeitschrift 1925, p.39. Estes dados originado a partir da publicação R. Ufficio Centrale di Meteorologia e Geodinamica; Osservazioni dell anno 1922 Roma, Itália. Para uma imagem da capa deste livro consulte http://www.wmo.int/pages/mediacentre/news_members /documents/Libya.pdf. No entanto, sua validade foi levantada pela primeira vez em um artigo que apareceu em os EUA Bureau do Tempo Monthly Weather Review artigo publicado (não editado), em maio de 1930 (p.209), escrito por alguém usando as iniciais AJH: "No mesmo instante pareceu-me tão surpreendente que uma temperatura tão alta deve ocorrer relativamente perto do mar e em uma região de apenas carácter semi deserto. Uma comparação com as restantes estações Tripolitanian na R. Ufficio Agrario, Sezioni Meteorogica, Nr. 4, e 5, mostrou que a leitura é de cerca de 20 ° maior do que os valores máximos no mesmo dia e no dia anterior no outras estações: Tripoli, 115 °; Sidi Mesri, 111 °; Homs, 112 °; e Zuara Marina, 117 °. Além disso, no ano 1923, quando a publicação dá 135 ° como o máximo para Azizia, todas as estações restantes, nove em número, têm temperaturas máximas de 18 ° ou mais graus mais baixos ... "A DEFINIÇÃO: Al Azizia está situada a uma altitude de 158 metros (520 pés aproximadamente) cerca de 55 km (25 milhas) ao sul e um pouco a oeste de Trípoli. Foi um importante centro comercial para a região do Sahel Jeffara, daí a sua importância militar antes da Segunda Guerra Mundial. A região Tripolitania da Líbia está sujeita a um fenômeno foehn localmente conhecidos como um vento Ghibli, semelhantes aos ventos de Santa Ana do sul da Califórnia, mas neste caso relacionado com as brisas marítimas originários do deserto do Saara que, quando as condições o permitirem, é semelhante ao de Santa Anas; ar quente do interior é forçada sobre as colinas costeiras e é comprimido e aquecido por inclinada para baixo ao longo da linha de costa e montes ao longo das encostas de sotavento, neste caso as montanhas Jabal Nafusah (pico mais alto sendo cerca de 750 metros (2.500 pés) no noroeste Líbia. temperaturas máximas extremas são o resultado. Não há dúvida de que os fenômenos de vento Ghibli estava ocorrendo nesta data na Líbia dadas as temperaturas extremas relatados de Tripoli (25 milhas ao norte de nordeste de Al Azizia) e outros locais na planície costeira ao longo o Mediterrâneo lá. agosto e setembro são os meses que esses eventos são mais comuns aqui, assim como setembro e outubro são os meses de Santa Anas são mais susceptíveis de formar ao longo da costa da Califórnia do Sul. Nota no mapa acima que a maior parte do temperaturas conhecidas gravadas em 13 de setembro de 1922 foram de locais costeiros. No entanto, durante os eventos foehn marítimas locais interiores não são necessariamente mais quente do que as costeiras. Sidi Mesri, por exemplo (cerca de 7 milhas de navegação interior), foi realmente mais frio do que a leitura Tripoli. É altamente improvável que uma leitura cerca de 20 ° F mais quente poderia ter ocorrido um outro 18 milhas para o interior a partir Sidri Mesri. Nesta análise, Eu sou apenas preocupado com a leitura extremo em Al Azizia. EXAME DO INSTRUMENTO E EXPOSIÇÃO: Na década de 1950 Italiano cientista físico A. Fantoli examinou o termômetro eo abrigo utilizado neste observação temperatura recorde mundial. Suas conclusões foram relatados em duas publicações: A. Fantoli, eu medi VALORI della temperatura na Libia, «Bollettino della Società Italiana Geografica», vol. 7, nn. 1-2 (1954), pp. 59-71. A. Fantoli, La più alta temperatura del mondo, «Rivista di Meteorologia Aeronáutica», vol. 18, n. 3 (1958), pp 53-63.. A parte crucial de seus relatórios em causa a exposição do termômetro no local eo próprio termômetro: 1-Che se nel 1922 poté non si altro che longe accogliere la cifra su esposta, del resto esplicitamente confermata, via rádio, localidade dall'autorità militare (el-Azizia rimase por vario ritmo isolata por ragioni contingenti) e quindi dalla scheda delle Osservazioni, Quando fu possibile raggiungere quel centro, si poté constatare che gli Estremi termici erano stati ricavati Mediante un termometro Six-Bellani essendosi guastato quello um massima della coppia di ordinaria dotazione »2-La capannina con Persiane semplici (abri, tipo inglese) veniva quindi um trovarsi um dal suolo 5,5 metri, a cerca de 48 sul de piano medio della Pianura circostante ed um 163 metri sul livello del mare. La della base de capannina (isolata da tutte le parti) era stata fissata con staffe sul de piano della terrazza, rivestito d'una copertura di cemento incatramato. Gli strumenti erano collocati nel Modo usuale: anemoscopio e pluviometro situati uma Conveniente distanza; l'ANEMOMETRO a mano (ANEMOMETRO tipo Salmoiraghi) veniva portato em terrazza ad ogni Osservazione. Este é traduzido como tal (a língua em seu relatório original era de um tipo arcaico e difícil de traduzir em Inglês verbatim - itálico indicam minhas próprias anotações) : 1- "Então, em 1922, você não poderia deixar de aceitar a figura em exibição, também explicitamente confirmada pelo rádio, pelos militares locais (el-Aziz foi isolado por algum tempo, por razões estratégicas) e, em seguida, pela folha de registo de observação quando se foi possível ver que os dados, você pode ver que o calor extremo foi medido por um termômetro de Six / Bellani tendo falhado da outra termômetro "potencial máximo" do equipamento comum (referindo-se, aparentemente, um outro termômetro no local que não foi auto- registrar ou capaz de gravar um valor tão alto quanto 58 ° C). NOTA: O "Six / Bellani" refere-se a este tipo de termômetro: http://www.uniurb.it/PhysLab/strumenti/Heat.html ... e foi usado para registrar a 58 ° C, uma vez que era capaz de ser self-registering--.ie máximo e mínimo temperaturas gravações sem observação humana - ao contrário do termômetro "ordinário", aparentemente, também em uso no site. A utilização de um instrumento de auto-registro, como este, lança mais dúvidas sobre a observação que implica que nenhuma observação humana foi feita no local naquele dia). 2-A abrigo simples com persianas simples (Abri, tipo Inglês) (o termo de um "abri Inglês" tipo abrigo "não é compreendido embora" abri "é uma palavra francesa para" abrigo "talvez ele está apenas dizendo que era um abrigo padrão comumente utilizado na Europa na época) foi fixado em 5,5 metros (sic) deve ter sido de 5,5 pés nem metros de outra forma uma escada de 20 pés devem ter sido usadas para alcançar o abrigo!) acima do solo, no (uma elevação) 48 metros acima da planície circundante, e em 163 metros acima do nível do mar. A base o abrigo (fechada em todos os lados) (vamos dar o benefício da dúvida aqui que o abrigo foi persianas como por uma tela Stevenson) tinha sido fixado por faixas no chão da praça terraço, que foi revestido com uma cobertura de betão alcatroado . Os instrumentos foram colocados na forma usual: anemômetro e pluviômetro localizado a uma distância conveniente de distância, o indicador de velocidade mão (tipo de anemômetro Salmoiraghi) foi tomado no terraço em cada observação ". A frase-chave é que o abrigo" .. .foi fixo na superfície do terraço Plaza, que foi coberta por concreto alcatroado. " A cor do concreto não é conhecida, mas o melhor de meu conhecimento concreto mais alcatroado é preto. A OMM comissão de registros climáticos extremos tem essa discussão relativa à medição: WMO Discussão Comitê Tempo Registros extremo "Uma estação meteorológica italiano mediu uma temperatura de 136,4 ° F (58 ° C) em al 'Aziziyah (Azizia) Líbia (cerca de 25 milhas ao sul de Trípoli). Embora esse álbum ganhou aceitação geral como a temperatura mais alta do mundo gravado em condições normais, a validade da extrema tem sido questionada . Fantoli (1954,1958) examinaram o registro e pesquisou a exposição, o abrigo instrumento, e os próprios instrumentos. Uma discussão em Inglês de 1954 o trabalho de Fantoli aparece em Gentilli, 1955. Fantoli geral concluiu que o máximo extremo provável deveria ter sido apenas . 132,8 ° F (56 ° C) Lamb (1958) observou que a extrema ocorreu após dois dias de, ventos de sul-quentes e que o calor latente pode ter sido adicionado à massa de ar devido à chuva ao sul de localização ". HISTÓRIA DA ESTAÇÃO: registros de temperatura neste local foram estabelecidas pela primeira vez em 1919 pelo militar italiano em uma fazenda de 25 milhas ao sul de Trípoli. Esta quinta pode, na verdade, foi quase certamente, ser utilizado como uma estação de militar. Em 1926, os instrumentos foram substituídos ea localização mudou-se para um local nas proximidades e colocar nas mãos de civis. Algumas referências afirmam os membros de A National Geographic Society forneceu os instrumentos em 1913 (ver "mudança no tempo", de Philip Eden p.195, Os editores Daily Telegraph, de Londres, Reino Unido, 2005). Correspondência com NGS indicou que este não era o caso. Eles não têm nenhum registro de alguém de sua organização de tais equipamentos, neste momento ou em qualquer momento na Líbia. Aqui está a correspondência recebida a partir deles, em 8 de março de 2010:. "Obrigado por entrar em contato com a National Geographic Society. A Sociedade não tem estações meteorológicas Nós informou sobre a temperatura mais alta já registrada em El Azizia, no entanto, o aparelho não foi o nosso . O site da Organização Meteorológica Mundial indica que não há informação disponível sobre o equipamento real utilizado para registar a temperatura: http://www.wmo.int/pages/mediacentre/news_members /documents/Libya.pdf Espero que esta informação é útil. Atenciosamente, Julie Crain National Geographic Society. "Depois que o local foi movido, em algum momento de 1926, de dados regular a temperatura foi fornecido até 1942, quando a Segunda Guerra Mundial interrompeu tal e a autoridade italiana foi deslocada. A estação foi restabelecida em 1947 após a guerra, ao mesmo local e continuou em operação até 1984. Em 2007, um novo site estava em construção para a estação meteorológica e do progresso neste é indeterminado. registro estatístico DE TEMPERATURAS NO SITE: Aqui está um gráfico das temperaturas máximas mensais extremos registrados pelo Al Azizia de 1920-1942 (centígrados): Observe as muitas leituras extremas de 52 ° C + (125,6 ° F) antes de 1927 e, especialmente, os 130 ° F + leituras em agosto 1923, e setembro de 1923. Nenhuma leitura acima de 45,9 ° C (114,6 ° F) foi gravado em setembro, após a mudança de local e de instrumentação. Na verdade o mais quente leitura pós-1927 foi de 51,9 ° C (125,4 °) em junho de 1928. Nove 50 ° C (122 ° F) leituras foram gravadas entre 1920 e 1926, com apenas 2 tais de 1927 através de 1942. O valor máximo absoluto médio temperatura para setembro foi de 48,3 ° C (118,9 ° F) para o período de 1920-1926 e 42,4 ° C (108,3 ° F) para o período de 1927-1942. Para agosto esta média foi de 51,2 ° C (124,2 ° F) durante 1920-1926 e 44,6 ° C (112,3 ° F) durante 1927-1942. Assim, a média de temperaturas máximas absolutas para o período de 1920-1926 em agosto e setembro foram cerca de 10 ° F maior do que para os mesmos meses do período de registro 1927-1942. (* Graças a Khalid Ibrahim El Fadli, Centro Meteorológico Nacional da Líbia (LNMC) em Trípoli para esses dados). ANOMALIA DA TEMPERATURA DE DADOS NO SITE DURANTE PERÍODO DE REGISTRO: Se olharmos para o registo médio mensal de Setembro de temperatura para 1919-1940 pode-se ver uma anomalia no pré-1927 recorde: ATUALIZAÇÃO IMPORTANTE: Este lote não representa "record de temperatura média mensal", mas significa amplitude térmica diária (diferença entre os valores mínimo e máximo diário) em setembro de 1919-1940, e está em grau Celsius. valores muito maiores em 20s sugere fortemente que houve problema de exposição (mínimo temperaturas mantiveram-se em níveis normais, mas as temperaturas máximas foi aumentada que afetou amplitudes diárias) Atenciosamente Piotr Djakow (Mr. Djakow produziu este gráfico em uma análise do registro Azizia ele recentemente postou em polaco). Para uma tradução desta consulte a seção de comentários e comentar # 23 por Neaplolitan. CONCLUSÕES As observações de temperatura em Al Azizia antes de 1927 (quando o site e instrumentos foram alterados) são obviamente inválido. A única consideração a aceitar a 58 ° C figura é que este foi o resultado de uma explosão de calor se dissipe pancadas de chuva nas colinas ao sul do local (de acordo com a conclusão da OMM observado antes). No entanto, isso não explica as leituras inconsistentes outros em outros meses e anos a partir da estação antes de 1927. Assim, este argumento potencial em favor da leitura em 13 setembro de 1922, também é inválido. Recomendação do Sr. Fantoli de uma leitura mais confiável inferior de 132,8 ° F também não resiste em conformidade. A carcaça abrigo do termômetro foi provavelmente mais exposta e medição de calor que irradia fora do concreto black-asfaltada do terraço em que foi colocado. É provável que a temperatura máxima absoluta concebível no local nesta data não era mais do que 120 ° F na melhor das hipóteses. A temperatura mais alta autenticado medido em registros modernos da Líbia é uma leitura de 50,2 ° C (122,4 ° F) em Zuara em junho de 1995. próxima discussão Portanto, se Al Azizia, da Líbia 58 ° C (136,4 ° F) não é o mais quente mensurado de forma confiável temperatura no mundo, o que é? Fique atento para o meu blog na semana de 18-25 outubro para isso. REFERÊNCIAS A. Fantoli, eu medi VALORI della temperatura na Libia, «Bollettino della Società Italiana Geografica», vol. 7, nn. 1-2 (1954), pp. 59-71. A. Fantoli, La più alta temperatura del mondo, «Rivista di Meteorologia Aeronáutica», vol. 18, n. 3 (1958), pp. 53-63. USWB, Monthly Weather Review, maio 1930 p.209. Eden, Philip, "Mudança no Tempo", Continuum Publishers, London, 2005 p.194-195. "Tempo e Clima Extremes "por Dr. Paul F. Krause e Kathleen L. Flood, US Army Corps of Engineers, Topographic Engineering Center, Relatório TEC-0099, de 1997. Al-Fenadi, Younis, mais quente recorde de temperatura no Mundo, El Azizia, na Líbia, Centro líbio Meteorológico Nacional. Organização Meteorológica Mundial (OMM) e Arizona State University Comitê Extremes World Weather. Kudos Graças a Maximiliano Herrera, Piotr Djaków, Howard Rainford, Khalid Ibrahim El Fadli (Libyan Centro Meteorológico Nacional) e Federico Noris (para a tradução de Fantoli notas) por suas contribuições para este artigo. Christopher C. Burt

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem
Prediction is very difficult, especially if it’s about the future...Niels Bohr
“There’s nothing so absurd that if you repeat it often enough, people will believe it.” – William James

Artur Chiovitti
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4236
Registado: terça jan 22, 2013 12:53 pm
Localização: São Bernardo do Campo - SP
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Artur Chiovitti » sábado set 19, 2015 4:15 am

Mafili,

Isso pôe em cheque a questão de se usar abrigos padrão a redor do mundo e formas de utilização. Sendo assim, fica muito mais válido o PNI, pois usa um abrigo moderno e está sobre o solo nativo da área. E se comprassemos esse registrador de temperaturas de rolo e colocassemos por lá, como se fosse a convenconal? Apesar que CB serve de referencia para Furnas assim como Furnas serve de referencia para o CB, haja visto a proximidade de extremos das estações.

E qual era a condição do abrigo de 1952 de Caçador? Falou-se da pessoa humana, o anotador, e o instrumento, seria possível uma superexposição do frio no termometro?
Estação Davis PRO Resende - RJ:
ImagemSite pessoal: http://artchoblog.blogspot.com
Twitter: https://twitter.com/hienaartur
Massena - Estação mais alta do Brasil!!!
Furnas - 2ª estação mais alta do Brasil!!!

cacella
Cumulus humilis
Mensagens: 226
Registado: sexta jul 05, 2013 10:04 am
Localização: Brasília DF

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor cacella » sábado set 19, 2015 6:11 am

Observando os dados foi exatamente o que eu pensei. Existem varias minimas absolutas menores que -10, o que parece um "freak" por ser uma amostra de apenas 20 anos. Isso parece temperatura de relva. Provavelmente o termometro estava exposto ao ceu de alguma forma.

Artur Chiovitti
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4236
Registado: terça jan 22, 2013 12:53 pm
Localização: São Bernardo do Campo - SP
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Artur Chiovitti » sábado set 19, 2015 10:35 pm

cacella Escreveu:Observando os dados foi exatamente o que eu pensei. Existem varias minimas absolutas menores que -10, o que parece um "freak" por ser uma amostra de apenas 20 anos. Isso parece temperatura de relva. Provavelmente o termometro estava exposto ao ceu de alguma forma.


O problema pode ser o abrigo. Estou supondo algumas situações aqui:

1) Por mais que o cara na época era novo e despreparado, acho que existia sim um abrigo para o termometro.

2) Acho que o problema pode estar no abrigo, e não no equipamento. Pelo que li e entendi do documento de Al Azizia escrito em italiano (dispenso tradutor ahahahahha) o abrigo era Italiano, ou seja, era importado, portanto tinha qualidade, mesmo assim não conseguia segurar o calor, por estar em cima de uma superficie asfáltica e pelo que li, necessitava de uma escada pra acessar o mesmo. Mesmo que seja 5 pés e pouco, não cinco metros, ao menos a pessoa teria de subir numa escada pra acessar o sensor. Creio eu que a decisão de deixar alto pode ser por causa de roubo (semelhanças com o Brasil?). Agora vamos supor que o abrigo de Caçador esteja ao nível do solo. Alguem que entrevistou esse senhor perguntou se o mesmo tinha que se agachar pra pegar a leitura do termometro? Não poderia estar elevado, devido as máximas baixas registradas. Então só poderia estar no nível do chão a caixa. Precisa ver se era prática da época usar a estação na altura padrão, ainda mais essas experimentais. Tal como a de Al Azizia.

3) Se Caçador tiver algum problema de altura da caixa ou posicionaVi que mento inadequado do sensor, ou se mesmo o abrigo era deixado à sombra de alguma árvore, então provavelmente os demais valores de -10, -11 registrados lá, teriam de ser invalidados. Neste caso teriamos de ver se Xanxerê seguia as orientações da OMM na mesma época, para validarmos ou não seu recorde. Vi que em distancia, Caçador e Xanxerê são perto, considerando a nível estadual.

4) Faz uma falta danada o usuário Carlos "confusão" Dias, como alguns desinformados o apelidaram. Bloquearam ele, o que aconteceu, realmente ele pediu a saída? Luiz, e as providencias sobre conseguir os tabelões pro BAZ? MEu, reativem o Carlos! Vamos agitar esse ambiente!

5) Voltando ao tema: Não creio, com base nos dados já divulgados aqui, numa diferença tão brutal de ar frio só sobre Caçador, na mesma data e nos dias vizinhos. Se o problema não é o anotador, se o problema não é o termometro, vou pela mesma linha de análise de Al Azizia, há ou houve algum problema, seja estrutural ou de posicionamento, no abrigo utilizado. Tudo leva a crer que estava ou colado ao chão ou com aberturas demais, o que poderia indicar a presença de vento para complicar a sensação térmica, deixando para o termometro sozinho a missão de medir os dados da época.
Estação Davis PRO Resende - RJ:
ImagemSite pessoal: http://artchoblog.blogspot.com
Twitter: https://twitter.com/hienaartur
Massena - Estação mais alta do Brasil!!!
Furnas - 2ª estação mais alta do Brasil!!!

Avatar do Utilizador
Luiz
Administrador
Mensagens: 5627
Registado: sexta mar 13, 2009 1:26 pm
Localização: Maringá, Paraná, Brasil
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Luiz » sexta set 25, 2015 9:08 am

Arthur, as providências vão demorar, mas virão. Em todo caso, o Carlos já foi reativado há mais de um dia. Ele havia solicitado desativação.

Preferimos não agitar nada.
Luiz Carlos Martins Filho
---
Brasil Abaixo de Zero - aqui desde o princípio.

Avatar do Utilizador
Mafili
Cumulonimbus incus
Mensagens: 8700
Registado: segunda mar 30, 2009 12:34 pm
Localização: Ibiúna SP

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Mafili » sexta set 25, 2015 10:38 am

As revisões e ajustes feitos pelos diversos "institutos".

Apresentam o seguinte resultado líquido.

a- As máximas são revisadas para baixo.

b- As mínimas são revisadas para baixo.

Conclusão:

O passado resultante é mais frio.

Abraços
Prediction is very difficult, especially if it’s about the future...Niels Bohr
“There’s nothing so absurd that if you repeat it often enough, people will believe it.” – William James

Artur Chiovitti
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4236
Registado: terça jan 22, 2013 12:53 pm
Localização: São Bernardo do Campo - SP
Contacto:

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor Artur Chiovitti » sexta set 25, 2015 2:59 pm

Mafili Escreveu:As revisões e ajustes feitos pelos diversos "institutos".

Apresentam o seguinte resultado líquido.

a- As máximas são revisadas para baixo.

b- As mínimas são revisadas para baixo.

Conclusão:

O passado resultante é mais frio.

Abraços


Conclusão II: estamos indo para o perigoso desfecho que é não acreditar mais que houve aquecimento global, uma vez que se a prática foi essa, provavelmente existem dados que forçosamente entram na composição das análises aquecimentistas, somente para afirmar que antes era mais frio. Se brincar, nos ultimos 100 anos a temperatra global não variou nem 1 grau, quem sabe meio grau. Mas isso é polemico e prefiro não me aprofundar mais, sabe como são nas ditaduras...
Estação Davis PRO Resende - RJ:
ImagemSite pessoal: http://artchoblog.blogspot.com
Twitter: https://twitter.com/hienaartur
Massena - Estação mais alta do Brasil!!!
Furnas - 2ª estação mais alta do Brasil!!!

Avatar do Utilizador
LuluBros
Altocumulus undulatus
Mensagens: 1055
Registado: segunda jan 27, 2014 9:40 am
Localização: Guaianose, São Paulo

Re: Recorde de calor na Terra é alterado

Mensagempor LuluBros » sexta set 25, 2015 3:04 pm

Artur Chiovitti Escreveu:
Mafili Escreveu:As revisões e ajustes feitos pelos diversos "institutos".

Apresentam o seguinte resultado líquido.

a- As máximas são revisadas para baixo.

b- As mínimas são revisadas para baixo.

Conclusão:

O passado resultante é mais frio.

Abraços


Conclusão II: estamos indo para o perigoso desfecho que é não acreditar mais que houve aquecimento global, uma vez que se a prática foi essa, provavelmente existem dados que forçosamente entram na composição das análises aquecimentistas, somente para afirmar que antes era mais frio. Se brincar, nos ultimos 100 anos a temperatra global não variou nem 1 grau, quem sabe meio grau. Mas isso é polemico e prefiro não me aprofundar mais, sabe como são nas ditaduras...


Marsilac mesmo taí pra indicar isto. Mesmo estando a 50 km da Sé, tem médias compatíveis com o clima paulistano do final do século XIX.


Voltar para “Eventos Históricos”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 4 visitantes