COMPRA DAS ANTENAS - PNI CAMPO BELO

Informações sobre estações meteorológicas, instalação, tutoriais, softwares e etc.
Avatar do Utilizador
Mafili
Cumulonimbus incus
Mensagens: 8623
Registado: segunda mar 30, 2009 12:34 pm
Localização: Ibiúna SP

Re: Re:

Mensagempor Mafili » terça mai 12, 2015 5:38 pm

Artur Chiovitti Escreveu:
4) até agora vimos como fazer, mas não vimos na prática e nem achamos alguem que poderia na pratica testar um equipamento igual e ver se funciona. O Carlos me disse que o Mafili sugeriu ir a Santa Ifigenia...sem chance, já fiz isso e não sabem nem o que é Davis, nem em casas especializadas de antenas, consoles, radio, medição e por ai vai...


Querido Artur,

A expressão "ir a Santa Ifigênia" se refere somente a ter a estação na mão para entender ....digamos com mais profundidade duas entranhas....Talvez um martelo e uma talhadeira seja suficiente.

Conhecendo meu instinto acho o desafio necessário....no entanto se você ou alguém ler o artigo abaixo com muita atenção saberá que basta ir a Santa Ifigênia com um projeto na mão para colocar a estação no ar.

Well, Vou um montar um Pt 100 depois eu vou substituir por um Pt 1000 [sensor] depois vou colocar em um abrigo cópia da Davis, depois colocar esses dados em uma tela...depois vou armazenar esses dados em arquivo....depois colocar isso tudo on line....Não é necessário fazer tudo isso.

Basta ter a Davis na mão. e Trabalhar em cima da coisa.

Abraços...leia por favor o artigo abaixo.


SUMMARY

This post describes a project I created to solve several problems I had with weather. The project is comprised of weather sensors, monitoring hardware, and a webapp I built. The webapp manages weather data streaming from instrumentation I have setup at my house. These tools allow me to monitor the current weather conditions, visualize salient data, and receive custom alerts when certain anomalies are detected by my sensors. Here is a picture of my weather station serving data to a consumer running in my office:

Imagem

http://www.drbunsen.org/building-a-weather-station/
Prediction is very difficult, especially if it’s about the future...Niels Bohr
“There’s nothing so absurd that if you repeat it often enough, people will believe it.” – William James

Artur Chiovitti
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4234
Registado: terça jan 22, 2013 12:53 pm
Localização: São Bernardo do Campo - SP
Contacto:

Re: Re:

Mensagempor Artur Chiovitti » quarta mai 13, 2015 11:48 am

Mafili Escreveu:
Artur Chiovitti Escreveu:
4) até agora vimos como fazer, mas não vimos na prática e nem achamos alguem que poderia na pratica testar um equipamento igual e ver se funciona. O Carlos me disse que o Mafili sugeriu ir a Santa Ifigenia...sem chance, já fiz isso e não sabem nem o que é Davis, nem em casas especializadas de antenas, consoles, radio, medição e por ai vai...


Querido Artur,

A expressão "ir a Santa Ifigênia" se refere somente a ter a estação na mão para entender ....digamos com mais profundidade duas entranhas....Talvez um martelo e uma talhadeira seja suficiente.

Conhecendo meu instinto acho o desafio necessário....no entanto se você ou alguém ler o artigo abaixo com muita atenção saberá que basta ir a Santa Ifigênia com um projeto na mão para colocar a estação no ar.

Well, Vou um montar um Pt 100 depois eu vou substituir por um Pt 1000 [sensor] depois vou colocar em um abrigo cópia da Davis, depois colocar esses dados em uma tela...depois vou armazenar esses dados em arquivo....depois colocar isso tudo on line....Não é necessário fazer tudo isso.

Basta ter a Davis na mão. e Trabalhar em cima da coisa.

Abraços...leia por favor o artigo abaixo.


SUMMARY

This post describes a project I created to solve several problems I had with weather. The project is comprised of weather sensors, monitoring hardware, and a webapp I built. The webapp manages weather data streaming from instrumentation I have setup at my house. These tools allow me to monitor the current weather conditions, visualize salient data, and receive custom alerts when certain anomalies are detected by my sensors. Here is a picture of my weather station serving data to a consumer running in my office:

Imagem

http://www.drbunsen.org/building-a-weather-station/


Querido e prezado Mafili.

Sabemos que a mensagem nem sempre chega como queremos ao receptador da mesma. Falha minha kkkkk
Entre pastéis e cervejas (to esperando a data!), o que eu li acima tem um nome técnico para isso: ARDUINO

Agora vamos falar de algo em que eu tenho certo domínio: termoresistencias. Penso eu que uma PT-100, baseada em platina e resistencia de 100 ohms, seria melhor que uma PT-1000. Explico: A tolerancia da resistencia seria algo como 0,4 ohm /º celsius. Portanto, quanto menor a resistencia, menos será a relação resistencias/grau e menor será a tolerancia. Aumentando a resistencia, temos não 100 ohms por sensor, mas mil ohms, que literalmente aumenta em 10 vezes a tolerancia e exigiria 10 vezes menos voltagem para compensar o efeito de um possível superaquecimento. Vamos pegar a fórmula simples da eletronica, a lei de Ohm, onde podemos calcular a tensão = resistencia x corrente. Se temos 100 ohms e uma corrente de 0,5 ampere, teriamos 50 voltos de tensao. Se temos 1000 ohms pra mesma corrente, temos 500 volts de tensao. Portanto, quanto maior a tensão, maior teria de ser a contrapartida pra diminuirmos o efeito da tensão sobre o resistor.

Penso eu que um termopar do tipo T seja mais eficiente que o termoresistor PT-100. A Platina, por exigir mais calor pra queimar (mais de 1700 graus pra fusão), vai bem quando a temperatura do ar é positiva ou bem elevada, já o termopar T de Cobre, com ponto de fusão pouco acima dos 1000 graus, teria uma boa confiabilidade também em temperaturas negativas até -270, portanto seria em termos de troca de calor mais adequado a medir temperatura do ar, que no PNI supomos vá de -15 a +25 no limite do limite.

A representatividade do Cobre para a Platina é a seguinte: mais calor pra fusão, mais demora pra reação. Portanto, se a reação da platina ao ar tem uma certa velocidadade, a reação do cobre para o ar é bem maior, pois exige menos calor (ou mais frio) para demandar resposta.

Sugiro que use então apenas o termoresistor PT-100 ou algum termopar de cobre para a experiencia. Creio eu que a Davis use o PT-100, por ser mais comum de encontrar tb. Ah, o termopar consegue ter uma tolerancia de 0,2 grau, portanto seria 2,3 vezes mais preciso que o termoresistor. Talvez um PT-10, se existir, consiga ser mais preciso.

Veja se me liga!
Estação Davis PRO Resende - RJ:
ImagemSite pessoal: http://artchoblog.blogspot.com
Twitter: https://twitter.com/hienaartur
Massena - Estação mais alta do Brasil!!!
Furnas - 2ª estação mais alta do Brasil!!!

Avatar do Utilizador
Mafili
Cumulonimbus incus
Mensagens: 8623
Registado: segunda mar 30, 2009 12:34 pm
Localização: Ibiúna SP

Re: Re:

Mensagempor Mafili » quarta mai 13, 2015 12:52 pm

Artur Chiovitti Escreveu:
Sugiro que use então apenas o termoresistor PT-100 ou algum termopar de cobre para a experiencia. Creio eu que a Davis use o PT-100, por ser mais comum de encontrar tb. Ah, o termopar consegue ter uma tolerancia de 0,2 grau, portanto seria 2,3 vezes mais preciso que o termoresistor. Talvez um PT-10, se existir, consiga ser mais preciso.

Veja se me liga!


rsrsrrs

Sei como é pensa uma coisa, escreve, e quem lê entende ao contrário....acostumado.

Artur, PT-100 eu tenho. Inclusive já está montado e operacional para a futura estação.

Talvez eu necessite construir um mais compacto...mas...isso não é importante.

Importante é colocá-lo no abrigo da Davis e substituir os tres fios [ tem que ser três fios]

AbrAÇÃO
Prediction is very difficult, especially if it’s about the future...Niels Bohr
“There’s nothing so absurd that if you repeat it often enough, people will believe it.” – William James

Artur Chiovitti
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4234
Registado: terça jan 22, 2013 12:53 pm
Localização: São Bernardo do Campo - SP
Contacto:

Re: Re:

Mensagempor Artur Chiovitti » quarta mai 13, 2015 2:18 pm

Mafili Escreveu:
Artur Chiovitti Escreveu:
Sugiro que use então apenas o termoresistor PT-100 ou algum termopar de cobre para a experiencia. Creio eu que a Davis use o PT-100, por ser mais comum de encontrar tb. Ah, o termopar consegue ter uma tolerancia de 0,2 grau, portanto seria 2,3 vezes mais preciso que o termoresistor. Talvez um PT-10, se existir, consiga ser mais preciso.

Veja se me liga!


rsrsrrs

Sei como é pensa uma coisa, escreve, e quem lê entende ao contrário....acostumado.

Artur, PT-100 eu tenho. Inclusive já está montado e operacional para a futura estação.

Talvez eu necessite construir um mais compacto...mas...isso não é importante.

Importante é colocá-lo no abrigo da Davis e substituir os tres fios [ tem que ser três fios]

AbrAÇÃO



Abrigo da Davis esse eu entendo! Podemos combinar um preço, a bem da ciencia. :friends:
Estação Davis PRO Resende - RJ:
ImagemSite pessoal: http://artchoblog.blogspot.com
Twitter: https://twitter.com/hienaartur
Massena - Estação mais alta do Brasil!!!
Furnas - 2ª estação mais alta do Brasil!!!


Voltar para “Instrumentação Meteorológica”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante