Temas Gerais

Tópicos sobre meteorologia em geral, os quais não se enquadram nos demais fóruns.
Bruno D
Stratus
Mensagens: 115
Registado: domingo ago 11, 2013 1:59 am
Localização: São Paulo

Re: Temas Gerais

Mensagempor Bruno D » terça jan 27, 2015 5:49 pm

Como a crise não se resume apenas ao cantareira, precisamos de mais de 600mm por todo o sudeste até o fim de março, e valores próximos a 800mm na regiao do cantareira e bacia do Rio Paraiba do sul. Ou seja algo muito difícil de ocorrer. Só mesmo uma série de frentes frias semi-estacionarias e algumas Zcans bem abrangentes pra resolver o problema.

A linha roxa indica a área que necessita ao menos de valores próximos a 800mm e a vermelha a que necessita de pelo menos 600mm.

IMG_20150127_173323.jpg
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.

Avatar do Utilizador
Melo
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4253
Registado: quarta fev 01, 2012 7:04 am
Localização: Jundiaí - SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Melo » terça jan 27, 2015 6:23 pm

É isso mesmo. Até no Distrito Federal as chuvas estão muito abaixo da média, com comportamento quase que de inverno.
“A causa fundamental dos problemas no mundo de hoje é que os estúpidos são convictos enquanto os inteligentes são cheios de dúvidas.”

Bertrand Russell

Avatar do Utilizador
Melo
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4253
Registado: quarta fev 01, 2012 7:04 am
Localização: Jundiaí - SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Melo » terça jan 27, 2015 6:33 pm

"A própria Sabesp admite que o que existe de água em todos os sistemas, considerando o padrão de consumo atual, vai dar pra 50 dias, ou seja, março. E daí? Aí, acabou. Não é que vai faltar um pouco de água. É que não tem água; não tem para onde correr".

"É preciso instalar um Comitê de Crise. Temos de falar e explicar que se trata de uma crise sem precedentes. O mais natural seria o governador do Estado de São Paulo [Geraldo Alckmin] puxar isso, mas se ele não puxar, a sociedade civil tem de fazê-lo.

O Comitê é fundamental no sentido de começar a desenhar as linhas de ação de um Plano de Contingência. A população precisará de referências públicas em relação à água. Também é importante o acesso à informação".


"[...]Naquela ocasião, a idéia predominante era que se adotasse um plano de contingência que permitisse que chegássemos a abril deste ano com um nível de reservação de água nas represas, que desse para aguentar o período da estiagem. Infelizmente, esse plano não foi elaborado e muito menos realizado.O que aconteceu na prática foi uma negação da crise hídrica por parte do governo do Estado até dezembro de 2014 —uma negação que vai levar para outras instâncias de responsabilização".

Assustador e preocupante:

Ensaio sobre a cegueira hídrica
por Conta D’Água


https://medium.com/a-conta-da-agua/ensa ... 59ec839c74
“A causa fundamental dos problemas no mundo de hoje é que os estúpidos são convictos enquanto os inteligentes são cheios de dúvidas.”

Bertrand Russell

Avatar do Utilizador
Aldo Santos
Cumulonimbus mammatus
Mensagens: 5655
Registado: sábado nov 10, 2012 1:05 pm
Localização: São Paulo-SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Aldo Santos » terça jan 27, 2015 6:44 pm

Carlos Dias Escreveu:Média histórica 1º Trimestre – 657,8 mm

Se tivermos cerca de 900 mm até dia 31/03, o Sistema Cantareira poderá recuperar o volume morto 1 e 2 num total de 29,1% (10,6 + 18,5)
2015*- 134,2 mm

*(até 26/01)

Precisamos de 730 mm até 31/03!!

Carlos, onde você colheu esses dados?

Tenho a impressão que se chover 900 mm num local e 500 em outro (Chuvas irregulares e localizadas) não vai ajudar muito.

Avatar do Utilizador
Rodolfo Alves
Moderador global
Mensagens: 4703
Registado: domingo mai 05, 2013 4:29 pm
Localização: São Paulo/SP (São Mateus)

Re: Temas Gerais

Mensagempor Rodolfo Alves » terça jan 27, 2015 11:32 pm

Mafili Escreveu:
Rodolfo Alves Escreveu:A fim de sanar essa dúvida cruel...

Mandei uma solicitação (via SIC) para a Sabesp, questionando como é feita a medição pluviométrica no Cantareira... Assim que tiver essa resposta (se eles me responderem mesmo), eu passo aqui.


Subfaturando a chuva?


Também! :mosking: :mosking:
Lista de Ciclones Subtropicais/Tropicais - Atlântico Sul
Arani (2011) - Bapo (2015) - Cari (2015) - Deni (2016) - Eçaí (2016) - Guará - Iba - Jaguar - Kamby - Mani

Avatar do Utilizador
Carlos Dias
Cumulonimbus incus
Mensagens: 26636
Registado: sexta mar 13, 2009 2:39 pm
Localização: Toronto - Canadá
Contacto:

Re: Temas Gerais

Mensagempor Carlos Dias » quarta jan 28, 2015 8:41 am

Aldo Santos Escreveu:
Carlos Dias Escreveu:Média histórica 1º Trimestre – 657,8 mm

Se tivermos cerca de 900 mm até dia 31/03, o Sistema Cantareira poderá recuperar o volume morto 1 e 2 num total de 29,1% (10,6 + 18,5)
2015*- 134,2 mm

*(até 26/01)

Precisamos de 730 mm até 31/03!!

Carlos, onde você colheu esses dados?

Tenho a impressão que se chover 900 mm num local e 500 em outro (Chuvas irregulares e localizadas) não vai ajudar muito.



Não colhi...só fiz umas contas aqui..!! Mas se entrar este rodizio de 5 dias sem agua na semana , isso muda..!!

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » quarta jan 28, 2015 10:46 am

Nesta quarta-feira, o Cantareira permaneceu estável. Alto Tietê registrou elevação.

Imagem
Imagem

Avatar do Utilizador
Rodolfo Alves
Moderador global
Mensagens: 4703
Registado: domingo mai 05, 2013 4:29 pm
Localização: São Paulo/SP (São Mateus)

Re: Temas Gerais

Mensagempor Rodolfo Alves » quarta jan 28, 2015 12:46 pm

Lista de Ciclones Subtropicais/Tropicais - Atlântico Sul
Arani (2011) - Bapo (2015) - Cari (2015) - Deni (2016) - Eçaí (2016) - Guará - Iba - Jaguar - Kamby - Mani

coutinho
Moderador global
Mensagens: 16506
Registado: sexta mar 13, 2009 2:36 pm
Localização: São Joaquim SC

Re: Temas Gerais

Mensagempor coutinho » quarta jan 28, 2015 12:58 pm


Avatar do Utilizador
LuluBros
Altocumulus undulatus
Mensagens: 1028
Registado: segunda jan 27, 2014 9:40 am
Localização: Guaianose, São Paulo

Re: Temas Gerais

Mensagempor LuluBros » quarta jan 28, 2015 1:04 pm

coutinho Escreveu:É OS ANOS 90 ERA O CONTRÁRIO.....http://planetasustentavel.abril.com.br/ ... logdoclima


A Igreja GW tem dogmas... flexíveis.

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » quarta jan 28, 2015 1:16 pm

Lagoa Rodrigo de Freitas secando...

Imagem
Imagem

Quinta da Boa Vista:

Imagem


http://peloamordedeus.com/cartao-postal ... a-secando/

Avatar do Utilizador
Rodolfo Alves
Moderador global
Mensagens: 4703
Registado: domingo mai 05, 2013 4:29 pm
Localização: São Paulo/SP (São Mateus)

Re: Temas Gerais

Mensagempor Rodolfo Alves » quarta jan 28, 2015 3:07 pm

Imagem

PS: Somente quem mora em Anhanguera, não terá restrição :russian:
Lista de Ciclones Subtropicais/Tropicais - Atlântico Sul
Arani (2011) - Bapo (2015) - Cari (2015) - Deni (2016) - Eçaí (2016) - Guará - Iba - Jaguar - Kamby - Mani

Avatar do Utilizador
Aldo Santos
Cumulonimbus mammatus
Mensagens: 5655
Registado: sábado nov 10, 2012 1:05 pm
Localização: São Paulo-SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Aldo Santos » quarta jan 28, 2015 3:14 pm

Ziemann Escreveu:Lagoa Rodrigo de Freitas secando...

Uma perguntinha boba...

Aquele canal que comunica a lagoa com o mar não faria a água do oceano entrar na lagoa e manter o nível?

BrunoC
Pyrocumulus
Mensagens: 2302
Registado: quinta ago 04, 2011 2:23 pm
Localização: Florianópolis/SC/Brasil

Re: Temas Gerais

Mensagempor BrunoC » quarta jan 28, 2015 5:19 pm

Ontem os reservatórios das hidro ficaram sub 17% no NE/SE e CO.

Avatar do Utilizador
Melo
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4253
Registado: quarta fev 01, 2012 7:04 am
Localização: Jundiaí - SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Melo » quarta jan 28, 2015 5:22 pm

Aldo Santos Escreveu:
Ziemann Escreveu:Lagoa Rodrigo de Freitas secando...

Uma perguntinha boba...

Aquele canal que comunica a lagoa com o mar não faria a água do oceano entrar na lagoa e manter o nível?


Parece que a lagoa está acima do nível do mar.
“A causa fundamental dos problemas no mundo de hoje é que os estúpidos são convictos enquanto os inteligentes são cheios de dúvidas.”

Bertrand Russell

Avatar do Utilizador
Carlos Dias
Cumulonimbus incus
Mensagens: 26636
Registado: sexta mar 13, 2009 2:39 pm
Localização: Toronto - Canadá
Contacto:

Re: Temas Gerais

Mensagempor Carlos Dias » quarta jan 28, 2015 5:58 pm

Tamanho do Sistema Cantareira dificulta aumento no nível dos reservatórios

Há três dias o nível do Sistema Cantareira está estável em 5,1% da segunda cota do volume morto. As chuvas mais generalizadas, provocadas por uma frente fria no Sudeste foram as responsáveis por essa estabilidade. O tamanho do sistema e a quantidade de represas é um dos fatores que dificulta o aumento no nível, mesmo com chuvas mais intensas. O Sistema Cantareira possui uma área de 2.279,5 km², enquanto o Alto Tietê, segundo maior sistema do Estado de São Paulo, possui 919km². A diferença fica ainda maior se comparado com o Guarapiranga, com 632km². Por ser menor e ter apenas uma represa, quando ocorre uma chuva generalizada, o volume sobe. Do dia 25 de janeiro até hoje o Sistema Guarapiranga passou de 41,1% da capacidade máxima, para 47,4%, enquanto o Cantareira apenas estagnou. “Isso acontece porque uma nuvem carregada é capaz de provocar chuva em todo o Sistema Guarapiranga, enquanto no Sistema Cantareira, uma nuvem pode levar chuva para uma das represas, enquanto as outras três continuam com tempo seco”, explica o meteorologista da Somar Meteorologia, Celso Oliveira. Por isso que quando ocorrem as chuvas isoladas, as famosas pancadas de verão, sistemas como o Guarapiranga são beneficiados. Já o Cantareira só consegue apresentar uma melhora quando um sistema meteorológico de grande porte, como uma frente fria, passa pela região, a exemplo do que aconteceu nesta semana.

Somar

Avatar do Utilizador
Aldo Santos
Cumulonimbus mammatus
Mensagens: 5655
Registado: sábado nov 10, 2012 1:05 pm
Localização: São Paulo-SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Aldo Santos » quarta jan 28, 2015 6:36 pm

Mas, se chover o suficiente para aumentar bastante a vazão dos rios que alimentam as represas, o nível deve começar a subir.
Isso é mais importante do que apenas chover sobre os reservatórios.

A média histórica para janeiro seria a entrada de 62,8 m³/s, através dos vários rios que abastecem o sistema.
Estão entrando 9,2 m³/s (Apenas 14,6% do esperado).

A SABESP está retirando 15-16 m³/s.

Logo, há um déficit de 6 a 7 m³/s.
Sem contar o que vai para Campinas e região.

Aí não tem como subir mesmo. :sad:

Avatar do Utilizador
Moretão
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3380
Registado: domingo jul 03, 2011 7:27 pm
Localização: Vale do Itajaí, SC

Re: Temas Gerais

Mensagempor Moretão » quarta jan 28, 2015 6:44 pm

Não vejo quase nada falando do RJ. Só falaram que começaram a usar o volume morto. Está melhor ou pior que SP?
*Real 23 anos: Uma moeda que sobreviveu a várias crises fiscais, de confiança e ao PT.

Imagem

Imagem

Avatar do Utilizador
Melo
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4253
Registado: quarta fev 01, 2012 7:04 am
Localização: Jundiaí - SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Melo » quarta jan 28, 2015 6:57 pm

Em Belô a coisa também está bem feia.
“A causa fundamental dos problemas no mundo de hoje é que os estúpidos são convictos enquanto os inteligentes são cheios de dúvidas.”

Bertrand Russell

BrunoC
Pyrocumulus
Mensagens: 2302
Registado: quinta ago 04, 2011 2:23 pm
Localização: Florianópolis/SC/Brasil

Re: Temas Gerais

Mensagempor BrunoC » quarta jan 28, 2015 7:15 pm

Moretão Escreveu:Não vejo quase nada falando do RJ. Só falaram que começaram a usar o volume morto. Está melhor ou pior que SP?


SP tem o fator populacional e econômico. Além do fato de a recuperação ser mais complicada.

Agora pelo que um (uns?) colega tem postado no BAZ, o RJ ta bem abaixo da média de precipitação.

Avatar do Utilizador
Moretão
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3380
Registado: domingo jul 03, 2011 7:27 pm
Localização: Vale do Itajaí, SC

Re: Temas Gerais

Mensagempor Moretão » quarta jan 28, 2015 7:40 pm

BrunoC Escreveu:SP tem o fator populacional e econômico. Além do fato de a recuperação ser mais complicada.

Agora pelo que um (uns?) colega tem postado no BAZ, o RJ ta bem abaixo da média de precipitação.


Eu pensei igual. Mas mesmo assim tá estranho. A RM do RJ tem 11,12 milhões, é grande. Ninguém fala se pode acabar a água ou não. Agora fui dar uma procurada maior e achei esta notícia:

Sem chuvas, Rio só terá água até o fim de 2015 e precisará de cinco anos para se recuperar da seca

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/rio/sem ... z3Q9cGwb4k

Por esta notícia a situação do RJ é um pouco mais tranquila que a de SP.
*Real 23 anos: Uma moeda que sobreviveu a várias crises fiscais, de confiança e ao PT.

Imagem

Imagem

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » quarta jan 28, 2015 9:12 pm

Moretão Escreveu:Não vejo quase nada falando do RJ. Só falaram que começaram a usar o volume morto. Está melhor ou pior que SP?


Começaram a usar o volume morto pra abastecer o Rio? Tem a fonte dessa informação? Até onde eu sei, duas represas chegaram no volume morto, mas ainda não começaram a sugar essa água com bombas.

Aparentemente, a situação de SP é bem pior. O Cantareira já está secando o segundo volume morto. Alto Tietê também opera bombeando volume morto.

Fábio De Nittis
Altocumulus lenticularis
Mensagens: 932
Registado: sábado nov 15, 2014 3:13 pm
Localização: Buenos Aires, Argentina

Re: Temas Gerais

Mensagempor Fábio De Nittis » quarta jan 28, 2015 9:26 pm

Em tempo, alguém sabe me informar qual é a porcentagem que o volume do Alto Tietê representa?
Buenos Aires, 2017:
Máximas: 35,6ºC (01/01) | 9,6ºC (16/07)
Mínimas: 0,5ºC (17/07) | 27ºC (01/01)

Bruno D
Stratus
Mensagens: 115
Registado: domingo ago 11, 2013 1:59 am
Localização: São Paulo

Re: Temas Gerais

Mensagempor Bruno D » quarta jan 28, 2015 9:43 pm

Fábio De Nittis Escreveu:Em tempo, alguém sabe me informar qual é a porcentagem que o volume do Alto Tietê representa?


Começaram a usar o Volume Morto do Alto Tietê, quando a represa bateu nos 4,1% de volume útil, o volume extra acrescentou 6,6% o que garantiu que o volume subisse para 10,7% (um aumento de 70%).

O Volume Geral do Sistema hoje é de 10,6%, menos 6,6% do morto, resta 4% de volume útil, logo o V.M representa em torno de 70% do total de água do manancial.

Avatar do Utilizador
Aldo Santos
Cumulonimbus mammatus
Mensagens: 5655
Registado: sábado nov 10, 2012 1:05 pm
Localização: São Paulo-SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Aldo Santos » quarta jan 28, 2015 10:28 pm

Se eu estiver errado me corrijam mas, pelo que sei, grande parte do abastecimento do Grande Rio vem de águas do rio Paraíba do Sul, desviadas na barragem e estação elevatória de Santa Cecília, em Barra Mansa-RJ.

Imagem
Fonte: http://forum.outerspace.terra.com.br

Andoni
Altocumulus
Mensagens: 863
Registado: quinta dez 18, 2014 6:45 pm
Localização: Barra do Piraí - RJ

Re: Temas Gerais

Mensagempor Andoni » quarta jan 28, 2015 10:42 pm

Aldo Santos Escreveu:Se eu estiver errado me corrijam mas, pelo que sei, grande parte do abastecimento do Grande Rio vem de águas do rio Paraíba do Sul, desviadas na barragem e estação elevatória de Santa Cecília, em Barra Mansa-RJ.

Imagem
Fonte: http://forum.outerspace.terra.com.br


É bem isso mesmo, mas só que a elevatória de Santa Cecília não fica em Barra Mansa, e sim aqui em Barra do Piraí.
:good2:

Imagem
2016
Máximas: 17,3°C [21/07] | 38,0°C [27/12]
Minimas: 07,6°C [15/06] | 23,9°C [29/12]

Acumulado 2016: 1456,3 mm


2017
Máximas: 19,2°C [19/05] | 36,7°C [01/01]
Minimas: 09,1°C [24/07] | 23,4°C [08/03]

Acumulado 2017: 852,5 mm

Avatar do Utilizador
Aldo Santos
Cumulonimbus mammatus
Mensagens: 5655
Registado: sábado nov 10, 2012 1:05 pm
Localização: São Paulo-SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Aldo Santos » quarta jan 28, 2015 10:51 pm

Andoni Escreveu: É bem isso mesmo, mas só que a elevatória de Santa Cecília não fica em Barra Mansa, e sim aqui em Barra do Piraí.
:good2:

Verdade.
Eu não tinha certeza em qual das "Barras" que era. :mosking:
Pensei em Barra Mansa mas não conferi.

O pior de tudo é que já estive nas 2 cidades.
Eu devia saber. Afinal de contas, o rio Piraí está logo ali. :mosking:

BrunoC
Pyrocumulus
Mensagens: 2302
Registado: quinta ago 04, 2011 2:23 pm
Localização: Florianópolis/SC/Brasil

Re: Temas Gerais

Mensagempor BrunoC » quarta jan 28, 2015 10:54 pm

No link da reportagem que o Moretão postou tem algumas informações também, mas não aprofunda. Os números ali não são nada bons.

Fábio De Nittis
Altocumulus lenticularis
Mensagens: 932
Registado: sábado nov 15, 2014 3:13 pm
Localização: Buenos Aires, Argentina

Re: Temas Gerais

Mensagempor Fábio De Nittis » quinta jan 29, 2015 1:39 am

Bruno D Escreveu:
Fábio De Nittis Escreveu:Em tempo, alguém sabe me informar qual é a porcentagem que o volume do Alto Tietê representa?


Começaram a usar o Volume Morto do Alto Tietê, quando a represa bateu nos 4,1% de volume útil, o volume extra acrescentou 6,6% o que garantiu que o volume subisse para 10,7% (um aumento de 70%).

O Volume Geral do Sistema hoje é de 10,6%, menos 6,6% do morto, resta 4% de volume útil, logo o V.M representa em torno de 70% do total de água do manancial.


Opa, Bruno, valeu pela informação! Sabendo esses valores, dá pra ter uma real noção do quanto de água tem. Só acredito que em vez de terem somado porcentagem, podiam estar divulgando a porcentagem como valor negativo (no caso do Cantareira, que não tem mais volume útil nem a primeira cota do morto) para as pessoas terem real noção do quão grave está a situação das represas.
Buenos Aires, 2017:
Máximas: 35,6ºC (01/01) | 9,6ºC (16/07)
Mínimas: 0,5ºC (17/07) | 27ºC (01/01)


Avatar do Utilizador
Moretão
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3380
Registado: domingo jul 03, 2011 7:27 pm
Localização: Vale do Itajaí, SC

Re: Temas Gerais

Mensagempor Moretão » quinta jan 29, 2015 11:18 am

70% da semana sem água? Como viver assim? Como a economia funcionará?

O Cantareira está uma peneira:

22/01: 3,4 mm (5,4%)
23/01: 0,6 mm (5,3%)
24/01: 25,9 mm (5,2%)
25/01: 5,3 mm (5,1%)
26/01: 17,1 mm (5,1%)
27/01: 21 mm (5,1%)
28/01: 7,6 mm (5,1%)
29/01: 6 mm (5,1%)

86,9 mm apenas para manter o nível.
*Real 23 anos: Uma moeda que sobreviveu a várias crises fiscais, de confiança e ao PT.

Imagem

Imagem

BrunoC
Pyrocumulus
Mensagens: 2302
Registado: quinta ago 04, 2011 2:23 pm
Localização: Florianópolis/SC/Brasil

Re: Temas Gerais

Mensagempor BrunoC » quinta jan 29, 2015 11:35 am

Seres humanos se adaptam (com as devidas reservas) a restrição de água disponível diária. Já para economia, os que não se preparam antes, com certeza terão prejuízos.

Um problema hídrico, afetará o PIB, no mínimo entre 1 e 2 pontos negativos. Se somar um problema energético no SE e NE, é mais 1,5 no mínimo. Os dois problemas ocorrendo até o meio do ano teriam reflexo nas externalidades, sem dúvidas o Brasil teria a maior retração no PIB desde o início da década de 90.

Tem solução? Várias.

Mas somente o governo federal e o de SP querendo resolver, pois todas teriam gigantescos entraves ambientais e fiscais.

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » quinta jan 29, 2015 12:29 pm

Nesta quinta-feira, o nível do Cantareira permaneceu estável.

Imagem

Sérgio Moreira
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3198
Registado: terça nov 06, 2012 8:37 pm
Localização: Campos do Jordão/Taubaté - SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Sérgio Moreira » quinta jan 29, 2015 12:29 pm

O governador do RJ, vai esperar pelas chuvas de fevereiro e março para só então adotar alguma medida restritiva. Palavras dele: " se não chover o esperado, é um quadro grave para este ano".

Então tá.
AQUI É SÃO PAULO.

Avatar do Utilizador
Carlos Dias
Cumulonimbus incus
Mensagens: 26636
Registado: sexta mar 13, 2009 2:39 pm
Localização: Toronto - Canadá
Contacto:

Re: Temas Gerais

Mensagempor Carlos Dias » quinta jan 29, 2015 12:48 pm

Imagem

Avatar do Utilizador
Mafili
Cumulonimbus incus
Mensagens: 8653
Registado: segunda mar 30, 2009 12:34 pm
Localização: Ibiúna SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Mafili » quinta jan 29, 2015 3:26 pm

Moretão Escreveu:70% da semana sem água? Como viver assim? Como a economia funcionará?

O Cantareira está uma peneira:

22/01: 3,4 mm (5,4%)
23/01: 0,6 mm (5,3%)
24/01: 25,9 mm (5,2%)
25/01: 5,3 mm (5,1%)
26/01: 17,1 mm (5,1%)
27/01: 21 mm (5,1%)
28/01: 7,6 mm (5,1%)
29/01: 6 mm (5,1%)

86,9 mm apenas para manter o nível.


linda informação Moretão.

Veja. Não se trata de chuva 85 mm concentrados a chuva foi regular.

Tenho a impressão [ vou falar besteira] [se é besteira porque vai falar?]

Não há volta.

20/05/2005 - 13h56
Lago "desaparece" do dia para a noite na Rússia
STEVE ROSENBERG
da BBC Brasil, em Moscou

Moradores do vilarejo de Balotnikova, na região central da Rússia, estão tentando solucionar o mistério de um lago que simplesmente desapareceu.

A água do lago, que fica a cerca de 500 km de Moscou e existe desde os tempos de Ivan, o Terrível (século 16), sumiu durante a noite.

Cerca de 1,4 milhão de metros cúbicos de água desapareceram como se alguém tivesse tirado a tampa de um ralo.

Tudo o que resta é uma enorme cratera vazia, cercada por árvores retorcidas.

"Americanos"

Os moradores, muitos dos quais vivem da pesca, pediram ajuda ao bombeiro local, mas ele não tinha equipamento nem treinamento para resolver a situação.

Uma mulher idosa disse à rede de televisão estatal russa que tudo não passa de um complô ocidental.

"Os americanos finalmente conseguiram nos atingir!", afirmou.

O interesse que os Estados Unidos poderiam ter em uma cidade cujo nome pode ser traduzido como "Lamaçal" ainda não foi esclarecido.

Autoridades locais têm uma explicação mais científica para o que ocorreu: eles acreditam que o lago e seu conteúdo foram simplesmente escoados para uma caverna subterrânea.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/bbc/ult272u42636.shtml
Prediction is very difficult, especially if it’s about the future...Niels Bohr
“There’s nothing so absurd that if you repeat it often enough, people will believe it.” – William James

Avatar do Utilizador
Mafili
Cumulonimbus incus
Mensagens: 8653
Registado: segunda mar 30, 2009 12:34 pm
Localização: Ibiúna SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Mafili » quinta jan 29, 2015 3:31 pm

OUTRA
Imagem

O Mar de Aral é um corpo de água situado a aproximadamente 600 km do Mar Cáspio. Em seu interior havia mais de 1.100 ilhas, separadas por lagoas e estreitos apertados, que deram ao mar seu nome. Na língua cazaque, Aral significa 'ilha'. No presente, a Kok Aral, a maior de todas as ilhas (que é agora uma península) dispersas pelo Mar de Aral, separa a parte nordeste, chamada Pequeno Aral, da parte sudoeste, chamada Grande Aral. Esta forma a fronteira natural entre Cazaquistão e Uzbequistão, que partilham entre si o lago. As duas partes ligam-se através estreito de Berg. O Mar de Aral era, até 1960, o quarto maior lago do mundo, cobrindo uma área de 66 mil quilômetros quadrados, com um volume estimado de mais de 1.000 km cúbicos.
Região do Mar de Aral que virou deserto. Foto: Daniel Prudek / Shutterstock.com
Região do Mar de Aral que virou deserto. Foto: Daniel Prudek / Shutterstock.com
O Aral e toda a bacia do lago ganhou notoriedade mundial como uma das maiores degradações ambientais do Século XX causadas pelo homem. É referida como a “Chernobil Calada”, uma catástrofe silenciosa que evoluiu lentamente, quase imperceptivelmente, ao longo das últimas décadas.

É certo que esta morte trágica do Mar de Aral começou em 1960, ano em que os projetistas de Moscou inauguraram o Projeto do Mar de Aral, um ambicioso programa econômico que visava a conversão de terrenos baldios no cinturão do algodão da União Soviética. Os projetistas atribuíram à Ásia central o papel de fornecedor de matérias-primas, conduzindo a uma redução substancial de semeaduras de colheitas tradicionais como a alfafa e plantas que se cultivavam para fornecer óleo vegetal. Pomares e árvores de amoras foram arrancados para permitir plantar mais algodão. O desejo de expandir a produção de algodão para as terras desertas aumentou a dependência da Ásia central da irrigação, especialmente do Uzbequistão.

O Mar de Aral e os seus afluentes pareciam ser uma fonte inesgotável de água. Foram abertos canais de grande extensão para espalhar as águas por todo o solo desértico. A área irrigada aumentou a sua superfície em menos de uma década para 6,9 milhões de hectares; metade dessas terras produziam algodão e a outra metade arroz, trigo, milho, frutas, legumes e forragens para o gado. A agricultura de regadio constituiu um sucesso brilhante. As quotas de produção do algodão e de outros produtos eram realizadas ou excedidas ano após ano. A bacia do Mar de Aral tornou-se o principal fornecedor do país de produtos frescos.

As complicações surgiram porque a contração do Aral e as consequências da irrigação tinham sido tratadas como questões sem importância pelas autoridades até 1970. Não foi o projeto em si, mas antes os métodos agrícolas mal concebidos e mal geridos que destruíram a economia, saúde e ecologia da bacia do Mar de Aral, afetando milhões de pessoas. Numerosos canais e barragens foram construídos precipitadamente. Por altura de 1978, uma extensa rede de canais de irrigação estendeu-se pelos desertos para matar a sede ao algodão ao longo de 7,7 milhões de hectares, principalmente no Uzbequistão.

Os canais principais e secundários foram escavados na areia sem terem sido instaladas ligações tubulares, e não se procedeu à cimentação. Também não se prestou importância à drenagem dos solos. Menos de 10% da água absorvida era diretamente benéfica para a colheita, o restante desaparecia no solo arenoso ou evaporava-se. Foram estes programas largamente ineficazes que eram adotados para satisfazer a enorme procura de água que, por fim, resultaram na secagem do Mar de Aral. Imaginava-se que a resultante descida de nível poderia ser remediada com projetos ambiciosos de desvio de rios no norte da Rússia. Esses projetos nunca se realizaram e o lago continuou a secar ano após ano.

O resultado foi catastrófico, e a irrigação que fez florescer o deserto e aumentar os rendimentos, pôs em marcha uma desastrosa cadeia de acontecimentos logo detectados na descida dos níveis de água e no declínio da pesca. A partir de meados dos anos 80, em plena glasnost (abertura), a situação do Aral ganhou atenção junto a muitos observadores estrangeiros, como exemplo de calamidade ambiental. Desde então os cientistas pressionam de modo mais enérgico pela sua salvação. Infelizmente a essa altura, este já estava reduzido a um terço do seu tamanho original. Isso apesar de sua situação já ser conhecida da agenda dos políticos da Federação por mais de 30 anos.

O futuro do Aral é incerto. A única coisa certa é que o lago é agora cenário de uma catástrofe ambiental à medida que o nível de água declina e o ecossistema se degrada, provocando um ambiente de deterioração e condições de vida e de saúde precárias para os povos que vivem nas margens do lago. Seja qual for o futuro, esta situação certamente abriu os olhos aos governos do mundo. É um forte aviso à comunidade internacional e ilustra a rapidez – em menos de 20 anos – como uma tragédia humanitária e ambiental pode ameaçar toda uma região e a sua população. A destruição do Mar de Aral é exemplo clássico de desenvolvimento não-sustentado.

http://www.infoescola.com/hidrografia/mar-de-aral/
Prediction is very difficult, especially if it’s about the future...Niels Bohr
“There’s nothing so absurd that if you repeat it often enough, people will believe it.” – William James

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » quinta jan 29, 2015 10:18 pm

Como funciona o sistema de abastecimento de água do Rio

Reservatórios ao longo do Paraíba do Sul abastecem cerca de 15 milhões de pessoas nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro


Imagem

Avatar do Utilizador
Aldo Santos
Cumulonimbus mammatus
Mensagens: 5655
Registado: sábado nov 10, 2012 1:05 pm
Localização: São Paulo-SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Aldo Santos » quinta jan 29, 2015 11:07 pm

Mafili Escreveu:OUTRA
Imagem

O Mar de Aral é um corpo de água situado a aproximadamente 600 km do Mar Cáspio. Em seu interior havia mais de 1.100 ilhas, separadas por lagoas e estreitos apertados, que deram ao mar seu nome. Na língua cazaque, Aral significa 'ilha'. No presente, a Kok Aral, a maior de todas as ilhas (que é agora uma península) dispersas pelo Mar de Aral, separa a parte nordeste, chamada Pequeno Aral, da parte sudoeste, chamada Grande Aral. Esta forma a fronteira natural entre Cazaquistão e Uzbequistão, que partilham entre si o lago. As duas partes ligam-se através estreito de Berg. O Mar de Aral era, até 1960, o quarto maior lago do mundo, cobrindo uma área de 66 mil quilômetros quadrados, com um volume estimado de mais de 1.000 km cúbicos.
Região do Mar de Aral que virou deserto. Foto: Daniel Prudek / Shutterstock.com
Região do Mar de Aral que virou deserto. Foto: Daniel Prudek / Shutterstock.com
O Aral e toda a bacia do lago ganhou notoriedade mundial como uma das maiores degradações ambientais do Século XX causadas pelo homem. É referida como a “Chernobil Calada”, uma catástrofe silenciosa que evoluiu lentamente, quase imperceptivelmente, ao longo das últimas décadas.

A causa principal parece ter sido o desvio das águas dos 2 grandes rios que alimentavam o Mar de Aral: Amu Darya e Syrdarya.
As águas desses extensos rios (Amu Darya: 2.600 km, Syr Darya: 3.000 km) foi desviada para a irrigação de algodão, deixando de alimentar o Mar de Aral.
O Mar de Aral era o 4º maior lago do mundo. :shok:

Os rios que alimentavam o Aral
Imagem
Fonte: http://pixgood.com


Imagem
Fonte: http://www.arkhos.com

Avatar do Utilizador
Breno Coimbra
Stratocumulus
Mensagens: 419
Registado: segunda jul 22, 2013 10:50 am
Localização: Rio de Janeiro-RJ

Re: Temas Gerais

Mensagempor Breno Coimbra » sexta jan 30, 2015 1:09 am

No Rio, o governador tá contando com chuvas em fevereiro e março, ainda que a Federação de Indústrias do Estado tenha alertado desde SETEMBRO sobre o início de problemas com o acesso à água utilizada pelo Pólo Industrial do Rio.
A população, num geral, já espontaneamente tem começado a diminuir os gastos. No entanto, o consumo residencial é de pífios 8% do total. A indústria consome muito mais.
Lembrando que em 2014 praticamente todo o Estado teve acumulados entre 500 e 750 mm, e janeiro vai terminando abaixo de 50 mm em quase todo o território fluminense.Nenhum reservatório do Estado está acima dos 5% da capacidade, e o Noroeste fluminense, foco agropecuário do Estado, já perdeu quase toda sua lavoura e suas cabeças de gado.
Quase 17 milhões estão à mercê de um governador que tá contando com a bondade de São Pedro...Ma sele foi reeleito. Paulistas e fluminenses tem mais em comum do que imaginam.

Avatar do Utilizador
Breno Coimbra
Stratocumulus
Mensagens: 419
Registado: segunda jul 22, 2013 10:50 am
Localização: Rio de Janeiro-RJ

Re: Temas Gerais

Mensagempor Breno Coimbra » sexta jan 30, 2015 1:15 am

Escassez de água já afeta 30% das indústrias no RJ, diz Firjan
"A crise da água chegou às indústrias e 30% delas já enfrentam problemas, de acordo com a Federação das Indústrias do Rio (Firjan). Medidas alternativas estão sendo tomadas para evitar que o prejuízo chegue à produção, como mostrou o RJTV nesta quarta-feira (28).
O distrito industrial de Santa Cruz, na Zona Oeste, é um dos maiores do país. Ao todo, são 14 indústrias instaladas e todas dependem de muita água para produzir. São siderúrgicas, metalúrgicas, fábricas de cimento e produtos químicos.
Nove delas compram água encanada da Cedae. As outras cinco têm autorização do estado para captar água doce do canal de são Francisco, uma extensão do Rio Guandu. A distância que separa o ponto de captação das indústrias da Baía de Sepetiba é de 7,5 quilômetros.
Há oito meses o nível do canal começou a baixar e a correnteza de água doce não conseguiu evitar a invasão da água salgada da Baía de Sepetiba. Quando a maré sobe, as empresas são obrigadas a interromper o bombeamento de água.
O uso de água salgada pode estragar as máquinas. Por isso, as interrupções são cada vez mais frequentes. E as empresas já pensam em captar a água de um ponto ainda mais distante da Baía de Sepetiba.
“Não houve prejuízo ainda porque as empresas aproveitam as janelas de oportunidade de captação de água doce para retirar mais do que necessitam e estocar em reservatórios próprios”, afirmou Abílio Faia, coordenador de segurança e meio ambiente."
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noti ... irjan.html

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » sexta jan 30, 2015 10:18 am

Nesta sexta-feira, o Cantareira ficou estável. Alto Tietê registrou queda.

Imagem

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » sexta jan 30, 2015 10:22 am

Espírito Santo vive a pior seca dos últimos 40 anos, aponta governo

Estado declarou existência de 'cenário de alerta'.
Estiagem pode causar fechamento de hidrelétrica e alteração em carnaval.


http://g1.globo.com/espirito-santo/noti ... verno.html

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » sexta jan 30, 2015 4:00 pm

Situação dos reservatórios do Rio nesta sexta.

Imagem

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » sexta jan 30, 2015 5:42 pm


Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » sexta jan 30, 2015 9:00 pm

Governo do RJ estuda dessalinizar água do mar para abastecimento

Pezão vai se reunir com técnicos de Espanha e Israel para discutir o tema.
Países tratam água do Mar Mediterrâneo para abastecer população.


O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e seu secretário de ambiente, André Corrêa, vão se reunir no dia de 10 fevereiro com técnicos de Israel e Espanha para discutir a dessalinização da água do mar para abastecimento do estado. A proposta seria uma alternativa para fornecer água à população devido à estiagem.

Os dois países são referência no processo de dessalinização, já que utilizam água do Mar Mediterrâneo para abastecimento. No encontro, os técnicos vão apresentar projetos de dessalinização para avaliação do governador.


http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/01/governo-do-rj-estuda-dessalinizar-agua-do-mar-para-abastecimento.html

Avatar do Utilizador
Melo
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4253
Registado: quarta fev 01, 2012 7:04 am
Localização: Jundiaí - SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Melo » sexta jan 30, 2015 9:13 pm

Ziemann Escreveu:Governo do RJ estuda dessalinizar água do mar para abastecimento

Pezão vai se reunir com técnicos de Espanha e Israel para discutir o tema.
Países tratam água do Mar Mediterrâneo para abastecer população.


O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e seu secretário de ambiente, André Corrêa, vão se reunir no dia de 10 fevereiro com técnicos de Israel e Espanha para discutir a dessalinização da água do mar para abastecimento do estado. A proposta seria uma alternativa para fornecer água à população devido à estiagem.

Os dois países são referência no processo de dessalinização, já que utilizam água do Mar Mediterrâneo para abastecimento. No encontro, os técnicos vão apresentar projetos de dessalinização para avaliação do governador.


http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/01/governo-do-rj-estuda-dessalinizar-agua-do-mar-para-abastecimento.html


Corre Pezão, bota sebo nas canelas! :laugh:

No duro, nessas horas qualquer proposta serve.
“A causa fundamental dos problemas no mundo de hoje é que os estúpidos são convictos enquanto os inteligentes são cheios de dúvidas.”

Bertrand Russell

Ziemann
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 3742
Registado: domingo set 01, 2013 9:03 pm

Re: Temas Gerais

Mensagempor Ziemann » sexta jan 30, 2015 9:20 pm

Melo Escreveu:
Ziemann Escreveu:Governo do RJ estuda dessalinizar água do mar para abastecimento

Pezão vai se reunir com técnicos de Espanha e Israel para discutir o tema.
Países tratam água do Mar Mediterrâneo para abastecer população.


O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e seu secretário de ambiente, André Corrêa, vão se reunir no dia de 10 fevereiro com técnicos de Israel e Espanha para discutir a dessalinização da água do mar para abastecimento do estado. A proposta seria uma alternativa para fornecer água à população devido à estiagem.

Os dois países são referência no processo de dessalinização, já que utilizam água do Mar Mediterrâneo para abastecimento. No encontro, os técnicos vão apresentar projetos de dessalinização para avaliação do governador.


http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2015/01/governo-do-rj-estuda-dessalinizar-agua-do-mar-para-abastecimento.html


Corre Pezão, bota sebo nas canelas! :laugh:

No duro, nessas horas qualquer proposta serve.


:mosking:

Sinceramente, eu não me importaria de ter que pagar mais caro pela água dessalinizada. O importante é não faltar água.

Avatar do Utilizador
Troyano
Cumulonimbus mammatus
Mensagens: 6081
Registado: sexta mar 13, 2009 2:18 pm
Localização: Praia Grande / Baln. Flórida
Contacto:

Re: Temas Gerais

Mensagempor Troyano » sábado jan 31, 2015 10:02 am

Cantareira estabilizado novamente, esta chuva só está servindo para atrasar por dias o decreto do racionamento oficial já que o "oficial" já acontece.
Imagem

2015 . 3436,9mm
2016 . 2.731,mm
2017 até 18/4 : 848,8mm

Avatar do Utilizador
Melo
Cumulonimbus calvus
Mensagens: 4253
Registado: quarta fev 01, 2012 7:04 am
Localização: Jundiaí - SP

Re: Temas Gerais

Mensagempor Melo » sábado jan 31, 2015 10:04 am

Troyano Escreveu:Cantareira estabilizado novamente, esta chuva só está servindo para atrasar por dias o decreto do racionamento oficial já que o "oficial" já acontece.


Toyano, na verdade você quis dizer que o racionamento ''clandestino'' ou ''sujo'' já acontece.

Abraço.
“A causa fundamental dos problemas no mundo de hoje é que os estúpidos são convictos enquanto os inteligentes são cheios de dúvidas.”

Bertrand Russell


Voltar para “Meteorologia Geral”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 16 visitantes